Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/22667
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2019_CamilaHenriqueSantos_tcc.pdf728,25 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Memória de alfabetização : com a palavra, estudantes da Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJAI)
Autor(es): Santos, Camila Henrique
Orientador(es): Mendes, Solange Alves de Oliveira
Assunto: Alfabetização
Educação de adultos
Memória
Data de apresentação: 2019
Data de publicação: 7-Nov-2019
Referência: SANTOS, Camila Henrique. Memória de alfabetização: com a palavra, estudantes da Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJAI). 2019. 76 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Resumo: Esta pesquisa objetiva analisar as narrativas da memória de alfabetização de estudantes da Educação de Jovens, Adultos e Idosos, matriculados no 1º Segmento dessa modalidade de ensino, em uma escola pública da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, a fim de identificar os motivos de abandono e retorno à escola, assim como compreender o papel da leitura e escrita na emancipação social desses sujeitos. O aporte do quadro teórico sobre ensino de alfabetização, histórico da Educação de Jovens, Adultos e Idosos, memória, e ensino da língua escrita conta com as contribuições de: Mortatti (2000; 2010), Soares (2004; 2017), Morais (2012), Leal, Albuquerque e Morais (2010), Vieira (2006), Delgado (2003), Ghiraldelli Jr. (2009), Haddad e Di Pierro (2000), e Fávero (2005). A produção de dados foi realizada no primeiro semestre de 2019 por meio de um grupo focal, com a participação de cinco estudantes, todos em fase inicial de alfabetização. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, tendo como metodologia a análise de conteúdo temática, a partir de inferências e interpretações das narrativas. Os resultados mostram que o motivo de não estudarem na infância são o trabalho infantil e a desvalorização da escola pela família; e a busca pela participação autônoma em uma sociedade letrada é o principal motivo de retorno à escola.
Abstract: This research aims to analyze the narratives of the literacy memory of students of the Education of Young, Adult and Elderly, enrolled in the 1st Segment of this modality of education, in a public school of the Secretary of State of Education of the Federal District. The goal is to identify the reasons of abandonment and return to school, as well as to understand the role of reading and writing in the social emancipation of these individuals. The theoretical contribution framework on literacy teaching, history of Youth, Adult and Elderly Education, memory, and teaching of written language was based on the contributions of: Mortatti (2000; 2010), Soares (2004; 2017), Morais (2012), Leal, Albuquerque and Morais (2010), Vieira (2006), Delgado (2003), Ghiraldelli Jr. (2009), Haddad and Di Pierro (2000), and Fávero (2005). The production of data was carried out in the first half of 2019 through a focus group, with the participation of five students, all in an initial stage of literacy. It is a qualitative research, having as methodology the analysis of thematic content, based on inferences and interpretations of the narratives. The results show that the reason for not studying in childhood is child labor and the devaluation of the school by the family; and the pursuit of autonomous participation in a literate society is the main reason for returning to school.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2019.
Aparece na Coleção:Pedagogia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons