Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/783
Título: Exigência de visto para turistas americanos : o custo econômico de uma opção política
Autor(es): Matos, Flávia Marques
Orientador(es): Costa Filho, Carlos Roberto Pio da
Assunto: Relações internacionais
Turismo internacional
Turismo - aspectos econômicos
Data de apresentação: 2009
Data de publicação: 29-Jan-2010
Referência: MATOS, Flávia Marques. Exigência de visto para turistas americanos: o custo econômico de uma opção política. 2009. 39 f. Monografia (Especialização em Relações Internacionais)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Resumo: Este trabalho tem por objetivo avaliar se, do ponto de vista econômico, há uma justificativa para isentar os Estados Unidos da exigência de visto para entrada no Brasil, a lazer ou a negócios, por um período inferior a 90 dias. Apesar das várias restrições no âmbito político da questão, o fato é que pouquíssimos países podem se dar ao luxo de ignorar o mercado consumidor dos EUA. Dados econômicos consistentes do turismo global comprovam essa hipótese. Comparações com os resultados do turismo de outros países da América Latina reforçam-na. Admite-se a importância do Princípio da Reciprocidade. Entretanto, se o expusermos ao ambiente econômico, ele perde a razão. Nesta análise se conclui que, embora os Estados Unidos tenham uma imagem do Brasil prejudicada pela violência, corrupção e descuido da Amazônia, o País pode aumentar a participação de americanos no turismo brasileiro por meio de um processo de facilitação para a concessão de vistos. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
From an economic point of view, this paper aims at the rationalization of exempting visas for US citizens to be admitted in Brazil, on vacation or on business, for a period of 90 days or less. Despite the several restrictions on the political environment, the fact is that only a few countries can neglect the consuming power of the United States. Consistent economic global tourism data can prove this hypothesis. Comparisons with the tourism industry results of other countries in Latin America reinforce it. The importance of the Principle of Reciprocity is considered. Nevertheless, if we expose it to the economic environment, it becomes inappropriate. Despite the negative image of violence, corruption and deforestation of the Amazon captured by the Americans with regards to Brazil, in this analysis we conclude that there can be an increase in the Americans share in Brazilian tourism, as long as facilitating the issuing of visas is concerned.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, 2009.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_FlaviaMarquesMatos.pdf531,74 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons