Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/9281
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_AdrianadeSouzaOliveira.pdf1,41 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Uso do óleo de pinhão-manso (Jatropha curcas L.) para produção de biodiesel
Autor(es): Oliveira, Adriana de Souza
Orientador(es): Silva, Marcelo Bento da
Coorientador(es): Mendonça, Simone
Assunto: Biodiesel
Energia - fontes alternativas
Óleos vegetais
Pinhão-manso
Combustíveis
Biodiesel proveniente de óleo de pinhão-manso
Data de apresentação: 26-Nov-2014
Data de publicação: 23-Dez-2014
Referência: OLIVEIRA, Adriana de Souza. Uso do óleo de pinhão-manso (Jatropha curcas L.) para produção de biodiesel. 2014. [14], 45 f., il. Monografia (Bacharelado em Engenharia de Energia)—Universidade de Brasília, Brasília-DF, 2014.
Resumo: A maior parte da energia utilizada no mundo provém de combustíveis fósseis (petróleo, carvão e gás natural). Fontes renováveis de energia, em especial a biomassa, são consideradas mais limpas dos que as baseadas em combustíveis fósseis. O programa de governo, lançado no Brasil em 2004 - Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB) - baseou-se não só em critérios ambientais da sustentabilidade, mas principalmente em critérios sociais, com maior uso de mão-de -obra e descentralização da produção. Portanto serem intensificadas as pesquisas em matérias-primas oriundas de cadeias produtivas mais includentes. O pinhão-manso desde o ano de 2006 vem atraindo o interesse da pesquisa no Brasil, por seu alto rendimento de óleo por hectare e pela rusticidade e adaptação edafoclimática desta oleaginosa. No entanto, além dos desafios agronômicos que a cultura enfrenta, ainda é preciso se ajustar o processo para produção de biodiesel utilizando seu óleo. O presente trabalho teve como objetivo identificar quais as variáveis (razão molar, percentual de KOH, tempo, temperatura, agitação, acidez e lavagens) são significativas para a produção de biodiesel utilizando óleos de baixa e alta acidez de pinhão-manso pelas rotas metílica e etílica. Para o estudo concomitante deste grande números de variáveis, foi utilizado um delineamento fatorial fracionado 27-3. As variáveis resposta foram rendimento mássico e teor de éster formados. As análises de densidade e viscosidade foram realizadas com o objetivo de apoiar a identificação das fases formadas após a reação. Os dados foram tratados com auxílio do software Statística 12 (Statsoft, EUA) percebeu-se que o porcentual de KOH e a razão molar álcool/óleo são as variáveis independentes que mais influenciam na conversão do óleo de pinhão-manso em ésteres metílicos e etílicos. ____________________________________________________________________________ ABSTRACT
Most of the energy used worldwide comes from fossil fuels (oil, coal and natural gas). Renewable energy sources, particularly biomass, are considered the cleanest of the fossil fuel based. The government program, launched in Brazil in 2004 - the National Program of Production and Use of Biodiesel (NPPB) - is based not only on environmental sustainability criteria, but mainly on social criteria, with greater use of labour force and decentralization of production. Therefore was intensified research on raw materials from more inclusive supply chains. The jatropha since 2006 has attracted the interest of research in Brazil, for its high oil yield per hectare and for hardiness and adaptation edaphoclimatic this oilseed. However, beyond the agronomic challenges facing culture, it still need to adjust the process to produce biodiesel using your oil. This study aimed to identify which variables (molar ratio, percentage of KOH, time, temperature, agitation, acidity and washes) are significant for the production of biodiesel oils using low and high acidity of jatropha methyl and ethyl routes. For the concomitant study of large numbers of variables a 27-3 fractional factorial design was used. The response variables were mass yield and content ester formed. The density and viscosity analyzes were performed in order to support the identification of the phases formed after the reaction. Data were processed with the aid of Statistica 12 software (Statsoft, USA) was noticed that the percentage of KOH and the molar ratio alcohol / oil are the independent variables that most influence in converting jatropha oil into methyl esters and ethyl.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Gama, Curso de Engenharia de Energia, 2014.
Aparece na Coleção:Engenharia de Energia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons