Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/733
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_IsabellaVieiraAugusto.pdf316,69 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Educação profissional e trabalho adolescente : o programa Adolescente Aprendiz em Brasília (2000-2007)
Autor(es): Augusto, Isabella Vieira
Orientador(es): Yannoulas, Silvia Cristina
Assunto: Adolescentes
Educação do adolescente
Programa Adolescente Trabalhador
Ensino profissional
Data de apresentação: 20-Jun-2008
Data de publicação: 20-Nov-2009
Referência: AUGUSTO, Isabella Vieira. Educação profissional e trabalho adolescente: o programa Adolescente Aprendiz em Brasília (2000-2007). 2008. 86 f. Monografia (Bacharelado em Serviço Social)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Resumo: Este trabalho de Conclusão de Curso é um estudo acerca do trabalho do adolescente aprendiz no Distrito Federal e Entorno. O objetivo principal é demonstrar o papel estratégico do orientador na determinação das potencialidades e limites para o alcance do objetivo do Programa Adolescente Trabalhador. Para isso, considerou-se a preparação do orientador, as suas habilidades, o seu conhecimento sobre os objetivos do programa, sobre as características específicas dos adolescentes, e sobre as peculiaridades destes adolescentes, que são socialmente vulneráveis. Para embasar a análise foram escolhidas teorias que tratam sobre acumulação flexível, educação profissional, responsabilidade social e sobre o trabalho do adolescente. Estas teorias nos permitem compreender o contexto em que o programa está inserido e dar base para a análise do programa. A metodologia utilizada para a realização da pesquisa foi à análise de Política Social, na qual o estudo de caso foi o Programa Adolescente Trabalhador do Banco do Brasil no Distrito Federal e Entorno. As técnicas utilizadas foram à análise documental, e à realização de entrevistas semi-estruturadas com dez orientadores do Banco do Brasil, com um interlocutor chave no Banco do Brasil e com um interlocutor chave na Casa de Ismael - Lar da Criança. Foi concluído que o orientador tem grande importância para o alcance do objetivo do programa por vários motivos, e que a maioria dos orientadores entrevistados tinha consciência do que é o programa, da importância do Programa Adolescente Trabalhador e de suas obrigações no processo de orientação. No entanto, alguns orientadores demonstraram uma preparação deficiente. Além disso, o local de orientação (agências ou direção gerais) também interfere no processo de aprendizagem dos adolescentes. As sugestões dadas visando melhorar o programa foram: concentrar os adolescentes aprendizes nas direções gerais por ser um ambiente mais favorável à aprendizagem ou buscar outras formas de adequação das agências ao Programa Adolescente Trabalhador; que o Banco do Brasil recomende os adolescentes que participaram do programa e que tiveram um bom aproveitamento para outras empresas; que seja incluído no Livro de Instruções Codificadas a recomendação que os adolescentes aprendizes têm uma hora diária ininterrupta para estudar; que seja feita uma avaliação do programa; que se busquem meios de envolver mais a família com o orientador e com o processo educativo; que o orientador seja remunerado ou pelo menos seja pontuado como educador na ferramenta talentos e oportunidades; que seja realizado um curso para os orientadores ou pelo menos que o curso voltado para os adolescentes na Gerência de Gestão de Pessoas seja pré-requisito para ser orientador; que seja avaliado o trabalho do orientador; que no curso seja colocada a importância no processo de orientação de alguns aspectos, como: a sensibilidade do orientador em relação aos objetivos de vida do adolescente; o desenvolvimento do senso crítico do adolescente; a confiança mútua orientador adolescente; a necessidade do orientador estimular o adolescente a estudar, a realizar os cursos oferecidos pelo Banco do Brasil e a aprender sobre as atividades de trabalho.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, 2008.
Aparece na Coleção:Serviço Social



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.