Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/32636
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2022_MarcosFelipeDaCostaFerreira_tcc.pdf55,22 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Caracterização magnética e geoelétrica da brecha de alteração hidrotermal sulfetada associada a intrusão complexo fazenda Buriti
Autor(es): Ferreira, Marcos Felipe da Costa
Orientador(es): Borges, Welitom Rodrigues
Assunto: Geofísica
Magnetometria
Mineralogia do solo
Data de apresentação: 5-Jun-2022
Data de publicação: 24-Nov-2022
Referência: FERREIRA, Marcos Felipe da Costa. Caracterização magnética e geoelétrica da brecha de alteração hidrotermal sulfetada associada a intrusão complexo fazenda Buriti. 2002. 82 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geofísica) — Universidade de Brasília, Brasília, 2022.
Resumo: A área de estudo localiza-se na auréola de fenitização da intrusão do Complexo Máfico Alcalino Fazenda Buriti. Acredita-se que a região seja composta por dois eventos tectônicos distintos, o primeiro no cretáceo inferior com a intrusão do complexo máfico alcalino e o segundo no cretáceo superior com a reativação do sistema de falhas, com alocação de diques de diferentes tipologias associadas as estruturas do primeiro evento e eventos anteriores. A evidência de mineralizações sulfetadas, assim como a interação com o Granito Iporá direcionaram a aplicação dos métodos geofísicos com o intuito de caracterizar a estrutura de alteração de gênese pouco conhecida, possivelmente associada ao segundo evento local. Para a realização do estudo foram realizados levantamentos magnetométricos e de eletrorresistividade. A utilização de dois períodos de injeção de corrente possibilitou a análise da resposta de cargabilidade da estrutura alvo a partir dos cálculos de Porcentagem de Efeito Frequência (PFE) e Fator Metal (MF). Com base nos dados magnéticos foi delimitado o possível limite da zona de alteração, assim como a identificação de lineamentos coerentes as direções das estruturas regionais, EW e N40°E. As estruturas condutivas do dado de resistividade são similares aos limites definidos na magnetometria, e foram utilizados para a caracterização geofísica da brecha hidrotermal de filiação máfica alcalina. A estrutura definida foi caracterizada com base nos perfis magnéticos, na inversão de susceptibilidade aparente (MVI), nos valores de resistividade e nas respostas de PFE e MF. A estrutura associada a alteração possui magnetização intermediária a alta, com valores de susceptibilidade aparente coerentes aos perfis magnéticos. As feições condutivas tem similaridade aos limites definidos, assim como os dados de cargabilidade, com a identificação de anomalias de alta magnitude na estrutura principal e a delimitação de possíveis estruturas secundárias. Os dados geofísicos foram utilizados de maneira conjunta à descrição litológica para confecção de um modelo geológico simplificado.
Abstract: The study area is located in the phenitization halo of the intrusion of the Fazenda Buriti Alkaline Mafic Complex. That the region is composed of two distinct tectonic events, the first in the lower Cretaceous with the intrusion of the alkaline mafic complex and the second in the upper Cretaceous with the reactivation of the fault system, resulting in the allocation of dikes of different typologies associated with the structures. of the first event and previous events. The evidence of sulphide mineralizations, as well as the interaction with the Iporá Granite, guided the application of geophysical methods in order to characterize the alteration structure that basically unknow genesis, possibly associated with the second local event. The magnetometric and electroresistivity surveys were carried out to analise the area response. Using two periods of current injection was possible to analyze the loadability response of the target structure from the calculations of Frequency Effect Percentage (PFE) and Metal Factor (MF). Based on the magnetic data, the possible limit of the alteration zone was delimited as well as the identification of lineaments consistent with the directions of the regional structures EW and N40°E. The conductive structures of the resistivity data were compared to the limits defined in the magnetometry showing similarity and these limits were used to carry out the geophysical characterization of the hydrothermal breccia of alkaline mafic filiation. The defined structure was characterized based on magnetic profiles, apparent susceptibility inversion (MVI), resistivity values and PFE and MF responses. The structure associated with the alteration showed intermediate to high magnetization, with apparent susceptibility values consistent with the magnetic profiles. The conductive features showed similarity to the defined limits as well as the loadability data with the identification of high magnitude anomalies in the main structure and the delimitation of possible secondary structures. The geophysical data were used together the lithological description to create a simplified geological model.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Curso de Graduação em Geofísica, 2022.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Geofísica



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.