Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/28531
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2019_MichelGalenoLelesSantana_tcc.pdf1,04 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Percepção dos universitários sobre uso de metilfenidato na Universidade : um caso do Distrito Federal
Autor(es): Santana, Michel Galeno Leles
Orientador(es): Galato, Dayani
Assunto: Anfetaminas
Medicamentos sem prescrição
Estudantes universitários - saúde
Data de apresentação: 2019
Data de publicação: 13-Set-2021
Referência: SANTANA, Michel Galeno Leles. Percepção dos universitários sobre uso de metilfenidato na Universidade: um caso do Distrito Federal. 2019. 59 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Farmácia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Resumo: Introdução: O metilfenidato foi desenvolvido há décadas, sendo utilizado especialmente para problemas relacionados ao déficit de atenção. Estudos recentes têm apresentado o aumento do uso por estudantes, mesmo sem a prescrição médica. Objetivos: Analisar a percepção dos estudantes sobre o uso de metilfenidato no ambiente universitário, prescrito ou não. Metodologia: Foi realizada uma pesquisa qualitativa por meio de grupo focal com doze estudantes membros dos Centros Acadêmicos da Faculdade, conduzido de forma não diretiva por uma facilitadora convidada. A reunião teve o áudio gravado e os relatos foram transcritos e divididos em categorias. Resultados: Com base nos resultados apresentados, é possível perceber que as principais categorias que caracterizam a percepção dos participantes sobre o uso do Metilfenidato são: a universidade como um meio caótico, ou seja, como importante geradora de estresse nos alunos, pela maneira como está (des)organizada; presença de pressão externa ao indivíduo, seja por parte da universidade, com os professores ou colegas, seja por parte dos familiares; uso corriqueiro para melhorar o rendimento nos estudos, em alguns casos melhorando a concentração, já em outros aumentando o tempo de vigília para aumentar o tempo de estudo; existência de um acesso facilitado ao medicamento, tanto por venda ilegal, de colegas da própria universidade, quanto por prescrição médica de racionalidade duvidosa e a presença de efeitos adversos importantes, com relatos de efeito rebote, tolerância e dependência química. Considerações finais: O uso não prescrito do metilfenidato é frequente na Universidade e percebido pelos estudantes como algo aceito e comum. Ações precisam ser realizadas no sentido de promover o uso racional deste medicamento na Universidade e evitar possíveis complicações devido ao uso inadequado.
Abstract: Introduction: Leandro Panizzon developed Methylphenidate decades ago and today it is especially used for attention deficit problems. Recent studies have shown increased use by students, even without a prescription. Objectives: To analyze student’s perceptions of not prescribed use of methylphenidate in the university environment. Methodology: We conducted a qualitative research through a focus group with twelve student members of the Faculty's Academic Centers, in a non- directive manner by an invited teacher. We recorded the meeting audio, transcribed the reports and divided it into categories. Results: We can notice that the main categories that characterize the participant’s perception about the use of methylphenidate are: the university as a chaotic environment, which means an important stress generator for the students, because of its (dis)organization; the presence of external pressure on the individual, either from the university, from teachers or colleagues, or from family members; the common use to improve study performance, in some cases improving concentration, in others increasing waking time to increase study time; the existence of easy access to the drug, either through illegal sale by colleagues from the university itself, or by prescription of doubtful rationality and the presence of important adverse effects, with reports of rebound effect, tolerance and chemical dependence. Final Considerations: Not prescribed use of methylphenidate is frequent at the University and perceived by students as accepted and common. Authorities need to take actions to promote the rational use of this drug at the University and avoid possible complications of its inappropriate use.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, 2019.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Farmácia



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.