Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/27116
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2020_JacquelineDomienseAlmeidaDeSouza_tcc.pdf1,06 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Trabalhadores que estudam, estudantes que trabalham : a meritocracia na relação educação e trabalho na permanência estudantil no PROEJA do Instituto Federal de Brasília - IFB
Autor(es): Souza, Jacqueline Domiense Almeida de
Orientador(es): Faleiros, Vicente de Paula
Assunto: Educação de Jovens e Adultos Trabalhadores (EJAT)
Educação e trabalho
Desigualdade social
Data de apresentação: 23-Jun-2020
Data de publicação: 6-Abr-2021
Referência: SOUZA, Jacqueline Domiense Almeida de. Trabalhadores que estudam, estudantes que trabalham: a meritocracia na relação educação e trabalho na permanência estudantil no PROEJA do Instituto Federal de Brasília - IFB. 2020. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Políticas Públicas, Infância, Juventude e Diversidade)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Resumo: Neste estudo buscou-se compreender o sentido que meritocracia confere à relação educação e trabalho para educação de jovens e adultos, e o significado que a permanência estudantil passa a assumir no contexto dos educandos do curso PROEJA do Instituto Federal de Brasília - IFB. A metodologia concentrou-se na análise de conteúdo dos Planos de Curso dos Campi que ofertam esta modalidade de ensino, a partir de uma abordagem qualitativa, com vistas a identificar expressões que reportem às dimensões do modelo meritocrático e o sentido com que são empregadas. Os resultados demonstraram a persistência da incidência de expressões que se reportam a uma proposta de formação do estudante trabalhador, do trabalhador estudante para ingresso no mercado competitivo de trabalho, e que a expressão empreendedorismo é central para articular outras expressões. Os resultados apontam em uma análise preliminar, que a dimensão meritocrática está vinculada a formação para o mercado de trabalho, e não necessariamente, ao processo de escolarização em si. Outro achado de pesquisa permitiu considerar que a permanência estudantil assume uma dupla representação na geração de condições de êxito: fornecer condições para formar em ambas as modalidades de ensino, básico e técnico. A meritocracia não iguala o desigual, ela (re)cria mecanismos de reposição da desigualdade social.
Abstract: In this study we sought to understand the meaning that meritocracy gives to the relationship between education and work for the education of young people and adults, and the meaning that student permanence starts to assume in the context of the students of the PROEJA course at the Federal Institute of Brasília - IFB. The methodology focused on the content analysis of the Campi Course Plans that offer this type of teaching, from a qualitative approach, with a view to identifying expressions that refer to the dimensions of the meritocratic model and the sense with which they are employed. The results showed the persistence of the incidence of expressions that refer to a proposal for training the working student, the student worker to enter the competitive labor market, and that the expression entrepreneurship is central to articulate other expressions. The results point out in a preliminary analysis, that the meritocratic dimension is linked to training for the job market, and not necessarily, to the schooling process itself. Another research finding made it possible to consider that the student stay assumes a double representation in the generation of successful conditions: providing conditions to train in both the basic and technical teaching modalities. Meritocracy does not equal the unequal, it (re) creates mechanisms to replace social inequality
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares, Curso de Especialização em Políticas Públicas, Infância, Juventude e Diversidade.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Políticas Públicas, Infância, Juventude e Diversidade



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.