Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/2375
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_AngelaCirqueiraSantos.pdf554,3 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Inclusão escolar da criança com deficiência física na rede regular de ensino do DF
Autor(es): Santos, Ângela Cirqueira
Orientador(es): Ramos, Patrícia C. Campos
Assunto: Deficientes físicos
Educação inclusiva
Data de apresentação: 16-Abr-2011
Data de publicação: 10-Jan-2012
Referência: SANTOS, Ângela Cirqueira. Inclusão escolar da criança com deficiência física na rede regular de ensino do DF. 2011. vii, 46 f. Monografia (Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Brasília, 2011.
Resumo: Nos primórdios da história humana, pessoas consideradas imperfeitas eram exterminadas; até o século passado, elas vivenciaram o período da segregação. Hoje, porém, a sociedade está aprendendo a aceitar e conviver com a diversidade humana, vencendo barreiras e preconceitos. A Legislação brasileira garante a todos o direito à escola e ao atendimento especializado a crianças com deficiências. Mas, também, é preciso que as escolas se preparem e se organizem física e pedagogicamente para receberem alunos com deficiência. Na escola inclusiva não pode haver divisão entre ensino especial e regular, devendo ser oferecida uma educação global, além de reconhecidas e valorizadas as diferenças de cada um. Para tanto, esta pesquisa teve como pressuposto metodológico a abordagem qualitativa, com objetivo de analisar o processo de inclusão de uma criança com deficiência física, na rede regular de ensino do DF. A escola do participante, embora seja intitulada como inclusiva, deixa de preencher alguns quesitos importantes. Nos resultados obtidos no questionário do aluno foi possível constatar algumas queixas, dentre elas, a falta de adequações no banheiro e na sala de aula. Os resultados encontrados nesta pesquisa podem colaborar para a sensibilização da sociedade e, principalmente, das próprias pessoas deficientes, quanto à existência das leis que lhes permitem o direito de ir e vir - especialmente, à escola - assim como para todo e qualquer cidadão.
Informações adicionais: Monografia (especialização)-Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2011. Curso de Especialização a Distância em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar.
Aparece na Coleção:Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons