Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/17764
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_GuilhermeMacedodeSousa.pdf675,49 kBAdobe PDFver/abrir
Título: A Virgen del Cerro e a construção da colonialidade do saber no Vice-Reino do Peru
Autor(es): Sousa, Guilherme Macêdo de
Orientador(es): Nogueról, Luiz Paulo Ferreira
Assunto: Colonização
Pintura
Arte barroca
Colonialidade do saber
Peru
Data de apresentação: 10-Jul-2017
Data de publicação: 8-Ago-2017
Referência: SOUSA, Guilherme Macêdo de. A Virgen del Cerro e a construção da colonialidade do saber no Vice-Reino do Peru. 2017. [48] f., il. Trabalho de conclusão de curso (Licenciatura em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Esta monografia aborda o uso das imagens, isto é, a dimensão semiótica, durante a colonização da América pelos europeus a partir do século XVI. De modo amplo, procura-se entender a Conquista não só como um fenômeno político, econômico e militar, mas também como um fato de profundas implicações socioculturais. Para tanto, o foco de análise deste trabalho está na pintura Virgen del Cerro, de autoria anônima e expressão do barroco peruano colonial. Tal imagem evoca a construção da colonialidade do poder e do saber, como instâncias acessórias da colonização política e econômica. Trabalhou-se, portanto, com pressupostos teóricos decoloniais afim de investigar os meandros da colonização, assentada no uso de imagens. De igual modo, procurou-se trazer a discussão imagética também para a contemporaneidade.
Abstract: This monograph deals with the use of images, that is, the semiotic dimension, during the colonization of America by europeans from the 16th century. In a broad way, we try to understand the Conquest not only as a political, economic and military phenomenon, but also as a fact of deep socio-cultural implications. Therefore, the focus of analysis of this work is in the painting Virgen del Cerro, anonymous authorship and expression of colonial Peruvian baroque. This image evokes the construction of the coloniality of power and of knowledge, as auxiliary instances of political and economic colonization. Thus, we worked with decolonial theoretical presuppositions to investigate the meanderings of colonization, based on the use of images. In the same way, it was tried to bring the image discussion also to contemporaneity.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, 2017.
Aparece na Coleção:História



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons