Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/17166
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_ValeriaGomesdosSantos_tcc.pdf515,01 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Configurações das redes sociais de uma Associação em diferentes períodos da gestão
Autor(es): Santos, Valéria Gomes dos
Orientador(es): Brito, Maria Júlia Pantoja de
Assunto: Administração rural
Redes sociais
Gestão organizacional
Data de apresentação: Jun-2015
Data de publicação: 13-Jun-2017
Referência: SANTOS, Valéria Gomes dos. Configurações das redes sociais de uma Associação em diferentes períodos da gestão. 2015. 69 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Gestão de Agronegócios)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: As organizações são criadas para atingir objetivos que não poderiam ser alcançados por iniciativa individual. Dentro do contexto organizacional, a análise de redes sociais é importante para a compreensão das relações entre indivíduos, grupos e organizações e para se analisar como essas relações podem influenciar a dinâmica organizacional, especialmente seus processos de mudança e de tomada de decisão. O presente estudo objetivou caracterizar as configurações de redes sociais de profissionais de uma Associação no setor do agronegócio, que tem sua sede e domicílio legal na cidade de Brasília-DF, em diferentes períodos da gestã organizacional. Para tanto, realizou-se o mapeamento das redes de influência e informação por meio da realização de entrevista semiestruturada com o diretor da organização e por aplicação de um questionário aos funcionários da Associação com perguntas referentes à atual gestão e à gestão anterior. Os resultados foram organizados e analisados com o software Ucinet. Os resultados encontrados revelaram que existe uma maior reciprocidade de relações entre os atores na rede de parceria de trabalho do que na rede de amizade, existindo uma maior coesão na rede de parceria de trabalho em ambos os períodos de gestão. Observou-se uma mudança no desenho das redes de parceria de trabalho nos dois períodos da gestão. Na gestão anterior haviam quase que duas sub-redes e um único indivíduo estabelecia a comunicação entre elas. Na atual gestão, já se verifica um maior número de ligações entre os atores, gerando uma melhor comunicação entre eles e facilitando a troca de informações entre os indivíduos. Analisando a rede de amizade e a rede de parceria de trabalho da atual gestão, observou-se que o gerente financeiro apresenta um certo grau de centralidade em ambas as redes. Esses dados mostram que provavelmente esse é o ator que mais influencia os demais tanto sobre assuntos de trabalho como sobre assuntos não relacionados ao trabalho.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2015.
Aparece na Coleção:Gestão do Agronegócio



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons