Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/16983
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_IraniCardosoDeBarros_tcc.pdf1,03 MBAdobe PDFver/abrir
Título: A importância da afetividade na relação professor-estudante no Centro Educacional Professor Carlos Mota
Autor(es): Barros, Irani Cardoso de
Orientador(es): Wolff, Eliete Ávila
Assunto: Educação rural
Professores e alunos
Data de apresentação: 2017
Data de publicação: 19-Mai-2017
Referência: BARROS, Irani Cardoso de. A importância da afetividade na relação professor-estudante no Centro Educacional Professor Carlos Mota. 2017. Monografia (Licenciatura em Educação do Campo)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2017.
Resumo: Este trabalho foi realizado em uma escola do campo, no Núcleo Rural Lago Oeste de Sobradinho, DF. Teve como propósito estudar como o afeto nas relações escolares, entre professores e estudantes, interfere no processo de ensino-aprendizagem e no desenvolvimento humano no período de adaptação ao segundo ciclo do Ensino Fundamental, nas turmas do 6º ano do Centro Educacional Professor Carlos Mota. Esta foi uma pesquisa exploratória que teve como propósito descrever a percepção dos estudantes e dos professores sobre as relações afetivas em suas experiência e práticas pedagógicas. O estudo foi feito com base na revisão bibliográfica e na aplicação de um questionário com elementos quantitativos e qualitativos, acerca do tema. A coleta de dados ocorreu por meio da aplicação de 97 questionários nos estudantes e 7 nos professores, com perguntas objetivas e subjetivas. Verificou-se que, tanto os estudantes quanto os professores consideram que a ausência de relações escolares afetivas positivas dificulta o processo ensino-aprendizagem, mas, não o impedem. Ambos reafirmam que relações não afetivas podem auxiliar a apropriação dos conceitos e conteúdos de uma certa disciplina, mas não são suficientes para garanti-las. É necessário que haja interesse pela matéria e/ou disposição para a aprendizagem, que pode ser motivada pelo tipo de conteúdo, metodologia aplicada pelo professor, condições adequadas do ambiente ou a simples curiosidade e desejo de aprender.
Abstract: This work was carried out at a Brazilian Rural School in Núcleo Rural Lago Oeste of Sobradinho, DF. The purpose of this study was to study how affection in school relations, between teachers and students, interferes in the teaching-learning process and in human development during the period of adaptation to the second cycle of Elementary School in the 6th grade classes of the Centro Educacional Professor Carlos Mota. This was an exploratory research whose purpose was to describe the students 'and teachers' perceptions about the affective relationships in their experience and pedagogical practices. The study was based on the bibliographic review and the application of a questionnaire with quantitative and qualitative elements, about the theme. Data were collected through the application of 97 questionnaires in the students and 7 in the teachers, with objective and subjective questions. It was found that both students and teachers feel that the absence of positive affective school relations hampers the teaching-learning process, but does not prevent it. Both reaffirm that unpleasant relationships can aid the appropriation of the concepts and contents of a certain discipline, but they are not enough to guarantee them. It is necessary that there be interest in the subject and / or disposition for learning, which can be motivated by the type of content, methodology applied by the teacher, adequate conditions of the environment or simple curiosity and desire to learn.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Licenciatura em Educação do Campo, 2017.
Aparece na Coleção:Educação do Campo



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.