Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/16416
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_DanielaMineuDeOliveira_tcc.pdf1,38 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Ding-lingue-dongue-longue : uma proposta de LSE para o filme - O Hobbit : uma jornada inesperada
Autor(es): Oliveira, Daniela Mineu de
Orientador(es): Vigata, Helena Santiago
Assunto: Tradução audiovisual
Legendagem
Deficientes auditivos
Surdos
Data de apresentação: Dez-2016
Data de publicação: 30-Mar-2017
Referência: OLIVEIRA, Daniela Mineu de. Ding-lingue-dongue-longue: uma proposta de LSE para o filme - O Hobbit: Uma Jornada Inesperada. 2016. 64 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Línguas Estrangeiras Aplicadas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Este trabalho apresenta uma proposta de legenda acessível para surdos e ensurdecidos (LSE) do filme O Hobbit: uma jornada inesperada (2012). Inicialmente, é feito um breve estudo sobre a tradução audiovisual e se apresenta um pequeno panorama sobre a história do cinema ao longo dos anos. Para trabalhar com LSE, é importante compreender como é dada a questão educacional e linguística das pessoas com deficiência auditiva no Brasil, pois a LSE tem como público alvo essa comunidade . O Guia para produções audiovisuais acessíveis (2016) traz parâmetros de acessibilidade para as obras audiovisuais, incluindo a modalidade LSE. A proposta de legendagem deste trabalho usou os parâmetros do guia como base para confeccionar uma LSE adequada ao modelo brasileiro. Também foi fundamental entender como funcionam os elementos da trilha sonora de um filme e refletir sobre sua tradução para a LSE.
Resumén: Este estudio presenta una propuesta de subtítulos accesibles para sordos y personas con discapacidad auditiva (SpS) de la película El Hobbit: un viaje inesperado (2012). Inicialmente, se desarrolla un breve estudio sobre la traducción audiovisual y se presenta un pequeño panorama sobre la historia del cine a lo largo de los años. Para trabajar con SpS, es importante comprender cómo se da la cuestión educativa y lingüística de las personas con discapacidad auditiva en Brasil, pues los SpS tienen como público dicha comunidad. La Guia para produções audiovisuais acessíveis (2016) trae parámetros de accesibilidad para las obras audiovisualese incluye la modalidad de SpS. Para la propuesta de subtitulado de este trabajo, se usaron los parámetros de la guía como base para crear unos SpS adecuados al modelo brasileño. También fue fundamental entender cómo funcionan los elementos de la banda sonora de una película y reflexionar sobre su traducciónpara los SppS.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Línguas Estrangeiras Aplicadas ao Multilinguismo e à Sociedade da Informação, 2016.
Aparece na Coleção:Letras - Línguas Estrangeiras Aplicadas



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons