Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/13713
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_GisellyAlmeidadosSantos.pdf2 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Permeação cutânea do voriconazol a partir de nanossistemas lipídicos
Autor(es): Santos, Giselly Almeida dos
Orientador(es): Gratieri, Taís
Assunto: Pele
Pele - ferimentos e lesões
Voriconazol
Nanossistemas lipídicos
Granuloma de Majocchi
Dermatomicose
Medicamentos
Medicamentos - permeação cutânea
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 18-Jul-2016
Referência: SANTOS, Giselly Almeida dos. Permeação cutânea do voriconazol a partir de nanossistemas lipídicos. 2015. 45 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Farmácia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Granuloma de Majocchi é uma infecção fúngica profunda causada por fungos dermatófitos, que acomete pessoas imunocomprometidas. O tratamento é realizado com antifúngicos sistêmicos em concentrações altas. Visto que existe estudo que demonstra o uso de voriconazol sistêmico para tratar essa doença e que não há apresentações tópicas para esse fármaco, o objetivo desse estudo é desenvolver nanossistemas lipídicos contendo voriconazol para avaliação da permeação cutânea do fármaco a partir desses sistemas e adaptação da formulação à via de administração tópica. Um método analítico de quantificação do voriconazol para testes de permeação cutânea in vitro foi desenvolvido e validado, por meio dos parâmetros de seletividade, linearidade, precisão, exatidão, limite de detecção, limite de quantificação e recuperação, estabelecidos pela ANVISA e ICH. Formulações de lipossoma (LPS) e carreador lipídico nanoestruturado (CLN) foram caracterizadas quanto ao seu tamanho, índice de polidispersão, potencial zeta, eficiência de encapsulação e características morfológicas, utilizando MET. As formulações foram incorporadas ao gel de poloxamer 16% (p/p) e avaliadas quanto ao tamanho, índice de polidispersão, potencial zeta e características morfológicas nos dias 5, 10, 15, 20 e 30 da sua incorporação. A permeação cutânea in vitro, utilizando pele de porco, foi feita com as suspensões e géis do LPS e CLN. Teste de microdiluição em placa foi efetuado com as formulações desenvolvidas, a fim de determinar a CIM capaz de inativar o crescimento do T. rubrum. O método analítico foi validado, demonstrando-se linear, seletivo, preciso nas concentrações de 0,2 a 8,0 μg/mL, e com recuperação acima de 80%. O CLN e o LPS apresentaram tamanho médio de 221,4 ± 79,48 e 113,9 ± 38,46 nm, respectivamente. O IPd dos nanossistemas lipídicos foram inferiores a 0,2. O potencial zeta foi de -11,6 ± 9,42 mV para LPS e + 42,2 ± 6,28 mV para CLN. A avaliação morfológica demonstrou as características do CLN e LPS e confirmou o tamanho dos mesmos. Na incorporação em gel, o LPS foi quem apresentou menores variações de suas características. Na permeação cutânea in vitro, o voriconazol recuperado na EP foi maior em todos os testes. A maior quantidade de fármaco recuperado na EP foi nas suspensões. No teste de microdiluição em placa, observou-se que não houve crescimento do T. rubrum nos poços onde foram adicionadas as formulações, indicando que houve inibição no crescimento do fungo nas concentrações testadas. Os nanossistemas lipídicos contendo voriconazol apresentaram bons resultados em relação à permeação cutânea, por possuírem uma boa capacidade de alcançar as camadas mais internas da pele, aonde o T. rubrum chega e causa a doença denominada Granuloma de Majocchi. Podendo, futuramente, ser utilizados como alternativa para tratamento tópico de Granuloma de Majocchi e outras dermatomicoses fungo resistêntes, favorecendo a adesão do paciente ao tratamento, eliminando as variáveis relacionadas à administração oral e evitando os efeitos adversos e interações medicamentosas.
Abstract: Granuloma Majocchi is a deep fungal infection caused by dermatophytes, which affects immunocompromised persons. Treatment is with systemic antifungal agents in high concentrations. Since there are studies that demonstrate the systemic use of voriconazole drug to treat this disease and there are no topical presentations to this drug, the aim of this study was to develop lipid nanosystems containing voriconazole for assessment of dermal drug permeation from these systems and adapting the formulation to topical formulation. It was developed an analytical method for voriconazole quantification from in vitro skin permeation tests, which was validated according to the established parameters by ANVISA and ICH. There were developed two nanosystems: liposomes (LPS) and nanostructured lipid carriers (NLC). The nanoparticles were characterized according their size, polydispersity index (PdI), zeta potential, entrapment efficiency and morphology. The suspensions of nanoparticles were incorporated into a poloxamer gel 16% (w / w) and characterized on 5, 10, 15, 20 and 30 days. The formulations were tested in vitro in skin permeation assays. Finally, microbiological tests were carried out by microdilution plate with the developed formulations in order to determine the minimum inhibitory concentration (MIC) capable of inactivating the growth of Trichophyton rubrum. The analytical method was validated and was linear in concentrations from 0.2 to 8.0 μg/mL, also it was selective, precise, and presented recovery rates above 80%. NLC and LPS particles showed an average size of 221.4 ± 79.48 nm and 113.9 ± 38.46 nm, respectively, with PdI values lower then 0.2. Zeta potential was -11.6 ± 9.42 mV for LPS and 42.2 ± 6.28 mV for NLC. The morphological evaluation showed spherical shape of all nanoparticles and confirmed their size. In gel formulations, LPS showed the smallest variation of its characteristics after the study period. In in vitro skin permeation, voriconazole showed greater permeation from suspensions when compared to the gel. The results of microbiological tests suggest T. rubrum inhibition, but need to be repeated to confirm the MIC. The nanosystems containing voriconazole presents great potential for the development of topical medicines, demonstrating ability to permeate the inner layers of the skin. After the final results, the use of the topical formulations can favor patient compliance to treatment, eliminating the variables related to oral administration and avoid the adverse effects and drug interactions when used as an alternative for the treatment of Majocchi granuloma and other dermatomycoses from resistant fungus.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Curso de Farmácia, 2015.
Aparece na Coleção:Farmácia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons