Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/1323
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_TalitaGuimarãesAragão.pdf253,01 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Impactos das ações afirmativas educacionais nas trajetórias ocupacionais : um estudo com ex-estudantes cotistas graduados na UnB
Autor(es): Aragão, Talita Guimarães
Orientador(es): Yannoulas, Silvia Cristina
Assunto: Discriminação racial
Sistema de cotas
Programas de ação afirmativa
Negros - emprego
Data de apresentação: Dez-2009
Data de publicação: 6-Dez-2010
Referência: ARAGÃO, Talita Guimarães. Impactos das ações afirmativas educacionais nas trajetórias ocupacionais: um estudo com ex-estudantes cotistas graduados na UnB. 2009. 59 f. Monografia (Bacharelado em Serviço Social)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Resumo: A presente pesquisa investigou quais implicações a graduação em ensino superior pode suscitar para a trajetória de trabalho (ou laboral) de egressos cotistas, apontando questões como; distribuição dos ocupados segundo setor de atividade econômica, posição de ocupação e tipos de vínculos. Com base nos conceitos de raça e discriminação racial, foram analisadas as políticas de ação afirmativa implementadas na UnB e sua potencial relação com o mercado de trabalho. Procurou-se conhecer as trajetórias de ex-estudantes cotistas graduados na UnB, analisando os diversos aspectos que envolvem a formação educacional e a inserção ocupacional destes. Durante a pesquisa de campo, realizada nos meses de Agosto e Setembro de 2009, foram aplicados questionários mistos com seis egressos cotistas dos cursos de Pedagogia, Serviço Social, Comunicação Social e Engenharia Elétrica da Universidade de Brasília, sendo três do sexo masculino e três do sexo feminino. Identificou-se que a graduação no ensino superior confere ao egresso cotista uma maior autonomia para concorrer a postos de trabalho, tendo as dificuldades para contratação relacionadas à cor atenuadas pelo relevante grau de capacitação profissional. Outro aspecto evidenciado durante a pesquisa foi a existência de dificuldades associadas ao tema de cotas raciais na Universidade, pois os potenciais entrevistados demonstraram pouca motivação em participar de pesquisa na qual é preciso se identificar como cotista.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, 2009.
Aparece na Coleção:Serviço Social



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.