Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/11244
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_IsadoraTorminPuga.pdf3,2 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Obtenção de produtos naturais a partir da casca do fruto do jatobá (Hymenaea Courbaril)
Autor(es): Puga, Isadora Tormin
Orientador(es): Mendonça, Andressa Regina Vasques
Coorientador(es): Silveira Neto, Brenno Amaro da
Assunto: Árvores frutíferas
Produtos naturais
Reaproveitamento (Sobras, refugos, etc.)
Data de apresentação: 6-Jul-2015
Data de publicação: 14-Out-2015
Referência: PUGA, Isadora Tormin. Obtenção de produtos naturais a partir da casca do fruto do jatobá (Hymenaea Courbaril). 2015. 55 f., il. Monografia (Bacharelado em Química Tecnológica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: O Jatobá (Hymenaea Courbaril) é uma árvore nativa do cerrado e que possui diversas aplicações para seus insumos, como madeira e frutos. A casca do fruto do Jatobá é atualmente considerada como lixo. A partir dos contextos de redução de resíduos e sustentabilidade, este trabalho teve como objetivo extrair produtos naturais utilizando a casca do fruto do Jatobá como matéria prima. Para isto, diversas técnicas de extração foram estudadas e foram empregadas a hidrodestilação e a extração sólido-líquido, ambas técnicas de baixo custo e simples execução. A hidrodestilação resultou em um rendimento de 0,1325% de óleo essencial extraído e a extração realizada com Etanol gerou um rendimento de 8,87% de produto bruto. Análises realizadas por GC-MS revelaram a presença de compostos encontrados em uma variedade de outros óleos essenciais e produtos de origem natural, embora ainda seja necessário desenvolver um método ideal para a análise dos produtos obtidos. Foi realizado também um estudo de viabilidade econômica para a implantação da hidrodestilação em uma comunidade do entorno do DF, mostrando que a extração e venda do produto obtido são viáveis economicamente, gerando uma fonte de renda extra para os moradores da comunidade.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Química, 2015.
Aparece na Coleção:Química Tecnológica



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons