Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/10841
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_ViniciusPalmerioNogueira.pdf395,9 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Prevalência de acidentes de trabalho e fatores associados às chefias de famílias por trabalhadoras de material reciclável do lixão do Distrito Federal
Autor(es): Nogueira, Vinícius Palmério
Orientador(es): Hoefel, Maria da Graça Luderitz
Coorientador(es): Amate, Elisa Maria
Assunto: Saúde e trabalho
Acidentes do trabalho
Catadores de materiais recicláveis
Lixo - reciclagem
Mulheres - emprego
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 12-Ago-2015
Referência: NOGUEIRA, Vinícius Palmério. Prevalência de acidentes de trabalho e fatores associados às chefias de famílias por trabalhadoras de material reciclável do lixão do Distrito Federal. 2015. [18] f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Gestão em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Trabalhadores que estão diretamente ligados a segregação de materiais recicláveis estão sujeitos e expostos a diversos fatores associados que os tornam suscetíveis a ocorrência de acidentes de trabalho e riscos a saúde. Fato que se agrava ao tratarmos de gênero, tendo as mulheres como maioria nesse processo. E mais ainda ao assumirem a posição de chefes de família. Com o estudo objetivou-se analisar a prevalência de acidentes de trabalho no lixão do Distrito Federal e os fatores sóciodemográficos, de saúde e condições de trabalho associados nas chefia de famílias pelas mulheres catadoras. A amostra é composta de 84 catadoras, sendo 64 chefes de família. Dentre as variáveis associadas, com desfecho sendo chefe de família ou não, quatro delas tiveram relevância estatisticamente significativa (p <0,05), sendo elas: Procedência, renda, acesso a equipamentos de proteção individual (EPI) e se já ingeriu alimento encontrado no lixo.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Coletiva, 2015.
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons