Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/9850
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_AnaClaraVieiraDaFonseca.pdf489,3 kBAdobe PDFver/abrir
Título: O percurso do homem comum : um estudo sobre a espera nos romances de Dino Buzzati e Dyonélio Machado
Autor(es): Fonseca, Ana Clara Vieira Da
Orientador(es): Pilati, Alexandre Simões
Assunto: Traverso, Dino Buzzati, 1906 - 1972
O deserto dos Tártaros (Obra : 1940)
Machado, Dyonélio, 1895 - 1985
Os Ratos (Obra : 1935)
Romance (Literatura)
Data de apresentação: 7-Jul-2014
Data de publicação: 6-Mar-2015
Referência: FONSECA, Ana Clara Vieira Da. O percurso do homem comum: um estudo sobre a espera nos romances de Dino Buzzati e Dyonélio Machado. 2014. [28] f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Letras Português)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: Como decorrência de diversos conflitos pela sociedade, em geral, no início do século XX, a expressão artística sofreu mudanças significativas como, por exemplo, a alteração do ponto de vista dos protagonistas dos romances, que passam a ser representados vivendo as angústias e dificuldades que fazem parte do cotidiano do homem moderno. Como exemplo dessa forma de representação, foram escolhidos os romances O deserto dos Tártaros, do autor italiano Dino Buzzati, e Os ratos, escrito pelo gaúcho Dyonélio Machado. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é analisar como se dá a representação da espera e da solidão nas narrativas citadas, juntamente com as relações existentes entre os protagonistas e a difícil situação do indivíduo nas primeiras décadas do século XX.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)-Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, 2014.
Aparece na Coleção:Letras - Português



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons