Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/3548
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_AlanMarquesCosmo.pdf706,83 kBAdobe PDFver/abrir
Título: O consequencialismo e o estado de direito na modulação de efeitos em matéria tributária
Autor(es): Cosmo, Alan Marques
Orientador(es): Lopes, Othon de Azevedo
Assunto: Direito tributário
Estado de direito
Direitos civis
Inconstitucionalidade das leis
Data de apresentação: Nov-2011
Data de publicação: 23-Mai-2012
Referência: COSMO, Alan Marques. O consequencialismo e o estado de direito na modulação de efeitos em matéria tributária. 2011. 71 f. Monografia (Bacharelado em Direito)—Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: O consequencialismo e o estado de direito na modulação de efeitos em matéria tributária. como qualquer programa teórico-argumentativo que tenha objetivo ou que condicione, de forma explícita ou velada, a adequação jurídica de uma decisão às suas conseqüências influenciou na mitigação dos efeitos das decisões ex tunc, bem como nos efeitos da alteração de jurisprudência consolidada. Para tanto, faz-se um breve esboço do tema no entendimento estrangeira (especificamente austríaco e norte-americano) e brasileira. Em seguida, estuda-se o fenômeno do Estado de Direito, mostrando como os pilares dessa construção teórica foram delineados tão-somente para a proteção dos interesses individuais, sujeitando o Estado à observância do quanto previsto no ordenamento jurídico, refreando eventual tendência do poder político a se expandir de maneira arbitrária, e a tutela dos direitos individuais. Por fim, escolhem-se quatro casos, que envolvem questões de Direito Tributário, recentemente julgados no STF, para examinar se os fundamentos jurídicos encampados na nossa Constituição permitem a inclusão das consequências das decisões na sua razão de decidir.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Direito, 2011.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2011.11.TCC.3548
Aparece na Coleção:Direito



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons