Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/3298
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_MartaMarraNaves.pdf977,59 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Professor criativo, aluno motivado : a criatividade do educador como um dos pilares essenciais à inclusão escolar
Autor(es): Naves, Marta Marra
Orientador(es): Pinto, Raquel Gomes
Assunto: Inclusão escolar
Criatividade (Educação)
Motivação na educação
Estudantes deficientes
Educação especial
Data de apresentação: 30-Abr-2011
Data de publicação: 17-Abr-2012
Referência: NAVES, Marta Marra. Professor criativo, aluno motivado: a criatividade do educador como um dos pilares essenciais à inclusão escolar. 2011. 82 f., il. Monografia (Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do brasil, Brasília, 2011.
Resumo: Muito se discute a respeito da educação inclusiva e dos sujeitos que nela atuam: professor, aluno, família, escola e sociedade. No entanto, alguns dos problemas mais citados durante essas discussões dizem respeito às dificuldades da família em incentivar o filho deficiente, dos professores em lidar com a falta de recursos, da escola em driblar os problemas de infra- estrutura, da sociedade em aceitar a pessoa com necessidades especiais, entre outros. Nesse contexto surge a criatividade, como uma competência que permite a criação de algo novo e original e auxilia o educador durante o processo de enfrentamento e resolução de conflitos. É, portanto, uma característica imprescindível ao profissional da educação, uma vez que este deve ser um mediador do processo de ensino-aprendizagem e buscar estratégias para incluir o aluno com deficiências em salas regulares. Com o objetivo de investigar a influência da criatividade sobre o aluno deficiente, o trabalho fundamentou-se na metodologia de pesquisa qualitativa. Como instrumentos, utilizou um questionário respondido por professoras de uma escola do DF em situação de inclusão e o estudo de caso com um aluno deficiente, analisando-o no contexto escolar e familiar, com enfoque em sua relação com a professora regente da classe. Os resultados sugerem que a criatividade é um importante atributo, pois proporciona ao educador a característica de ser otimista em relação à inclusão escolar e oferece subsídios para que elabore aulas proveitosas e consiga solucionar conflitos.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2011. Curso de Especialização a Distância em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar.
Aparece na Coleção:Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons