Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/21188
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_AnaClaraNunesMendes_tcc.pdf817,32 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Aproveitamento da casca e sementes de genótipos de maracujá azedo e silvestre
Autor(es): Mendes, Ana Clara Nunes
Orientador(es): Vilela, Michelle Souza
Assunto: Passiflora
Data de apresentação: 2018
Data de publicação: 18-Jan-2019
Referência: MENDES, Ana Clara Nunes. Aproveitamento da casca e sementes de genótipos de maracujá azedo e silvestre. 2018. 46 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: A cultura do maracujá é amplamente explorada pela indústria de suco no Brasil. Além desse uso, diversas espécies do gênero Passiflora apresentam propriedades funcionais que abastecem segmentos cosméticos, farmacêuticos e nutricionais. A casca e as sementes dos frutos de Passiflora são ricas em vitaminas, fibras e ácidos graxos, sendo que esses componentes, cerca de 70% do peso do fruto, são comumente descartados por industrias e consumidores. Assim, entender maneiras de aproveitar esses componentes é de interesse econômico e tecnológico. O presente trabalho teve como objetivo avaliar as características nutricionais da casca desidratada e rendimento de lipídeos das sementes de 12 genótipos de maracujá-azedo e silvestre. Foi utilizado o delineamento de blocos casualizados com 12 tratamentos (genótipos), 3 repetições e 2 frutos/parcela. As seguintes características agronômicas e nutricionais foram mensuradas: peso de fruto (PF), peso da polpa com sementes (PPS), peso da casca fresca (PCF), peso da casca seca (PCS), peso das sementes secas (PSS), o número de sementes (NS), umidade (%UFC), cinzas (%CFC), proteína bruta (%PBFC), fibra bruta (%FBFC), lipídeos (%LCFC), carboidratos (%CHOFC) e valor calórico total (VCTFC) da farinha da casca, e lipídeos da semente (%LS). Na mensuração de fibras, os genótipos foram agrupados em dois grupos, sendo os genótipos classificados como Passiflora edulis Sims e Passiflora cincinnata os que apresentaram os maiores valores de %FBFC. A maior concentração de lipídeos foi observada no BRS Pérola do Cerrado (Passiflora setacea) (31,62%) e a menor no BRS Sertão forte (Passiflora cincinnata) (15,43%). Foram encontrados altos valores de herdabilidade e razão entre o coeficiente de variação genético sobre o ambiental maior que 1 para dez das quinze características avaliadas.
Abstract: Passion fruit culture is widely explored by the juice industry in Brazil. Besides this use, several species of the genus Passiflora have functional properties that supply cosmetic, pharmaceutical and nutritional segments. Passiflora peel and seeds are rich in vitamins, fiber and fatty acids, and these components, about 70% of the fruit's weight, are commonly discarded by industries and consumers. Thus, understanding ways to take advantage of these components is of economic and technological interest. The present work had the objective of evaluating the nutritional characteristics of the dehydrated peel and lipid yield of the seeds of 12 genotypes of passion fruit and wild. A randomized block design with 12 treatments (genotypes), 3 replicates and 2 fruits/plot was used. The following agronomic and nutritional characteristics were measured: fruit weight (PF), seed pulp weight (PPS), fresh bark weight (PCF), dry bark weight (PCS), dry seed weight (%CFC), crude protein (%PBFC), crude fiber (%FBFC), lipids (%LCFC), carbohydrates (%CHOFC) and total caloric value (VCTFC) of bark meal, and seed lipids (%LS). In the fiber measurement, the genotypes were grouped into two groups, with the genotypes classified as Passiflora edulis Sims and Passiflora cincinnata, which presented the highest values of %FBFC. The highest concentration of lipids was observed in BRS Pérola do Cerrado (Passiflora setacea) (31.62%) and the lowest in BRS Sertão forte (Passiflora cincinnata) (15.43%). High values of heritability and ratio between the coefficient of genetic variation on the environment were higher than 1 to 10 of the fifteen characteristics evaluated.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2018.
Aparece na Coleção:Agronomia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons