Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/19027
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_CarlaFerreiradaSilvaMiranda.pdf758,52 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Autonomia do estudante na Educação a Distância : reflexões sobre o processo educacional mediado pelas tecnologias de informação e comunicação
Autor(es): Miranda, Carla Ferreira da Silva
Orientador(es): Pimentel, Nara Maria
Assunto: Educação à distância
Educação
Autonomia - educação
Tecnologia da informação e comunicação
Data de apresentação: 29-Ago-2017
Data de publicação: 16-Jan-2018
Referência: MIRANDA, Carla Ferreira da Silva. Autonomia do estudante na Educação a Distância: reflexões sobre o processo educacional mediado pelas tecnologias de informação e comunicação. 2017. 69 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A Educação a Distância (EaD) é uma modalidade de ensino que tem possibilitado a ampliação do acesso ao ensino superior tendo como forte apelo a autonomia estudantil e a flexibilidade proporcionada aos estudantes para a realização dos cursos. A oferta de EaD no Brasil contempla tanto a formação inicial quanto a formação continuada de professores além de outros campos de saber. Nesse sentido, o debate acerca da autonomia tem sido tema de acalorados debates no campo da educação a distância. A presente pesquisa foi motivada pela necessidade de refletir sobre a construção e o desenvolvimento da autonomia do estudante na EaD. Para alcançar tal objetivo fez-se necessário realizar um estudo bibliográfico de artigos, livros, monografias e legislação sobre a EaD e sua relação com a autonomia do estudante. Após a realização desse estudo, os resultados obtidos demonstraram que o conceito de EaD tem passado por modificações o que tem impactado o modo como as ações tem sido implementadas. A flexibilidade, a comodidade e a facilidade de acesso são pontos levados em consideração na hora da escolha do estudante pela modalidade. A pesquisa demonstrou que as TIC têm contribuído significantemente para a ampliação do acesso à educação, porém as tecnologias por si só, não eliminam a necessidade do acompanhamento do bom professor e bons planejamentos pedagógicos amparados por materiais didáticos, incluindo as TIC, de qualidade. Embora a palavra autonomia seja usada constantemente por muitas instituições como sinônimo de “facilidade” em lidar com a modalidade EaD, podemos concluir que a autonomia é um processo que vai sendo construído por meio das oportunidades e desafios propostos pelo projeto pedagógico dos cursos. Portanto, deverá ser construída a partir de um projeto de educação com vistas à construção de cidadania.
Abstract: Distance Education (EaD in portuguese) is a teaching modality that has made possible the expansion of the access to a college, having as a strong appeal the students autonomy and the flexibility provided to the students to attend the courses. The offer of “EaD” in Brazil contemplates both the initial formation and the continued formation of teachers in addition to other fields of knowledge. In this regard, the debate about autonomy has been the subject of heated debates in the field of distance education. This research was motivated by the need of the reflection about the construction and development of the student autonomy in the “EaD”. In order to achieve this goal, it was necessary to perform a bibliographic study of articles, books, monographs and legislation on “EaD” and its relationship with the student autonomy. After conducting this study, the results obtained demonstrated that the concept of “EaD” has undergone modifications that have impacted the way in which the actions have been implemented. Flexibility, convenience and ease of access are points taken into account when a student chooses this modality. The research has shown that ICTs have contributed significantly to the increasement of the access to education, but technologies per se do not eliminate the need of a good teacher monitoring and a good pedagogical planning supported by quality teaching materials, including ICT. Although the word autonomy is constantly used by many institutions as synonymous with "ease" in dealing with the “EaD” modality, we can conclude that autonomy is a process that is being built through the opportunities and challenges proposed by the pedagogical project of the courses. Therefore, it should be built from an education project aimed at building citizenship.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2017.
Aparece na Coleção:Pedagogia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons