Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/10938
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_MairaBeatrisBravoRamos.pdf999,5 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Violência doméstica e a convenção da Haia de 1980 sobre subtração internacional de menores : exceção à regra geral do regresso imediato do menor
Autor(es): Ramos, Maira Beatris Bravo
Orientador(es): Farias, Inez Lopes Matos Carneiro de
Assunto: Violência doméstica
Convenção da Haia de 1980
Crianças - sequestro internacional
Gênero - desigualdade
Mulheres - violência
Violência contra as mulheres
Direitos parentais
Data de apresentação: 7-Jul-2015
Data de publicação: 20-Ago-2015
Referência: RAMOS, Maira Beatris Bravo. Violência doméstica e a convenção da Haia de 1980 sobre subtração internacional de menores: exceção à regra geral do regresso imediato do menor. 2015. 85 f., il. Monografia (Bacharelado em Direito)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar o fenômeno crescente dos casos de violência doméstica em intersecção com a Convenção da Haia de 1980 sobre subtração internacional de menores sob uma perspectiva crítica das relações de gênero. Primeiramente, há a delineação do fenômeno, bem como a apresentação da Convenção da Haia de 1980 como solução proposta pela comunidade internacional aos obstáculos enfrentados nos referidos litígios. São examinadas, ainda, as exceções previstas à regra geral do retorno imediato do menor dentro da Convenção. Em seguida, a complexidade do fenômeno da violência doméstica é enfatizada por meio da abordagem de questões tanto psicológicas quanto sociais. Por fim, é realizada uma análise de casos de subtração internacional de menores, nos quais há situações de violência doméstica, evidenciando o despreparo dos juízos em garantir o empoderamento da mulher dentro de um suposto ambiente de paridade de armas. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT
The present work aims to analyze the growing phenomenon of domestic violence in intersection with the 1980 Hague Convention on the international child abduction under a critical perspective of gender roles. First, is performed the delineation of the phenomenon as well as the presentation of the 1980 Hague Convention as a solution proposed by the international community to the obstacles faced in such disputes. It also addresses the exam about the exceptions of the prompt return procedure provided in the Convention. Hereupon, the complexity of the phenomenon of domestic violence is emphasized through the approach of both psychological and social issues. Finally, an analysis of international child abduction disputes involving cases of domestic violence it is carried out, highlighting the unpreparedness of judgments to ensure the empowerment of women inside a supposed level playing field.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Direito, 2015.
Aparece na Coleção:Direito



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons