Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/939
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_GeorgiaBelisarioMotaCosta.pdf198,48 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Política do petróleo : a relação dos Estados Unidos com os países produtores de petróleo do Oriente Médio
Autor(es): Costa, Geórgia Belisário Mota
Orientador(es): Costa Filho, Carlos Roberto Pio da
Assunto: Petróleo - legislação
Petróleo - aspectos políticos
Relações internacionais
Estados Unidos - relações exteriores
Oriente Médio - relações exteriores
Data de apresentação: 2009
Data de publicação: 19-Mai-2010
Referência: COSTA, Geórgia Belisário Mota. Política do petróleo: a relação dos Estados Unidos com os países produtores de petróleo do Oriente Médio. 2009. 69 f. Monografia (Especialização em Relações Internacionais)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Resumo: Este trabalho busca analisar o petróleo como conceito político sob a ótica da relação entre o maior consumidor mundial de petróleo, os Estados Unidos, e a maior região produtora, o Oriente Médio, representado pelos cinco países detentores das maiores reservas de tal combustível. Assim, a pesquisa conta com a busca por um referencial teórico de Relações Internacionais para compreender a condição política desta relação. São apresentados dados atualizados sobre o petróleo no contexto global e regional do Oriente Médio, bem como dados de produção e consumo. A partir daí, quatro momentos históricos foram escolhidos como forma de ilustrar o petróleo sendo utilizado como elemento político: o primeiro choque do petróleo de 1973, o segundo choque do petróleo de 1979, a Guerra do Golfo de 1990-91 e a invasão norte-americana ao Iraque em 2003. Estes quatro eventos registram, historicamente, exemplos de usos do petróleo como arma política. __________________________________________________________________________ ABSTRACT
This research aims to analyze the oil as a political concept on regard of the relation between the largest world oil consumer, the United States, and the largest producer region, the Middle East, represented by the five countries owning the major reserves of such resource. Thus, the research seeks a theoretical support in International Relations to understand the political condition of such relation. There are presented updated data about the oil in the global and regional (Middle East) context, as well as production and consume data. From this point, four moments were chosen to figure the petroleum being used as a political element: the first oil shock in 1973, the second oil shock in 1979, the Gulf War in 1990-91 and the American invasion to Iraq in 2003. These four events historically register examples of petroleum use as a political weapon.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, 2009.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.