Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/9170
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_AkeniLoboCoelho.pdf583,24 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Avaliação da funcionalidade e usabilidade do sistema de informação Trakcare em um serviço terciário de saúde
Autor(es): Coelho, Akeni Lobo
Orientador(es): Araújo, Wildo Navegantes de
Assunto: Sistemas de informação
TrakCare (Sistema de informação de prontuário eletrônico)
Tecnologia em saúde
Software - avaliação
Data de apresentação: 8-Jul-2014
Data de publicação: 7-Dez-2014
Referência: COELHO, Akeni Lobo. Avaliação da funcionalidade e usabilidade do sistema de informação Trakcare em um serviço terciário de saúde. 2014. 46 f., il. Monografia (Bacharelado em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: Serviços e setores são influenciados e alterados devido a crescente evolução tecnológica disponibilizada para a sociedade. Diversos serviços sociais estão sujeitos a mudanças que dependem diretamente de produtos derivados da tecnologia. Os sistemas de informação têm como característica tornar todo o sistema envolvido interligado, interativo e dinâmico. O objeto da pesquisa foi um sistema de informação de prontuário eletrônico, denominado TrakCare®, utilizado em um setor de uma unidade hospitalar de atenção terciária. Foi construído uma ferramenta de coleta de dados, baseada nos conceitos e em outras avaliações de usabilidade e funcionalidade. O estudo foi realizado a partir de um diagnóstico construído mediante análises dos questionários respondidos por funcionários que utilizam o sistema em ambiente hospitalar. Nos resultados obtidos verificou-se que 60% não receberam capacitação para utilizar o software, 80% consideram o software de média complexidade e que todas as participantes gostavam de utilizar o software, até mesmo por aquelas que declararam informalmente a resistência quanto ao uso do computador no início da implantação do software. Foi perceptível a lacuna existente na relação entre o entendimento dos usuários do software de informação, as ações de saúde realizadas e a gestão administrativa da unidade de saúde. Foi evidenciado que o software não tem usabilidade. Na análise da funcionalidade, quanto a segurança do software, foram detectados que os registros não mais são perdidos como antigamente. Quanto à adequação, o software precisa refletir as necessidades dos usuários e vale destacar a falta da interoperabilidade entre softwares de informações. Recomenda-se criar indicadores de gestão, capacitar todos os usuários do software para que seja possível a melhor usabilidade, adequar a necessidade de hardware para o software de equipamentos, qualidade dos mesmos, rede interna e internet, e suporte técnico para resolução.
Abstract: Services and sectors suffer and change due to increasing technological developments available to society. Many social services are under changes that directly depend on derivatives of the technology. The information systems have as characteristic make link in all system, keeping interactive and dynamic. The main this study was to evaluate an information system electronic medical record called TrakCare® used in a department of a tertiary care hospital. We used a questionnaire standardized to collect data based on concepts, and other reviews, of functionality and usability. The study was conducted from a diagnosis built by analysis of questionnaires fulfilled by employees who use the system in a hospital environment. The results showed that 60% did not receive training to use the system, 80% consider the system of medium complexity, and that all participants referred to like use the system, even by those who informally referred to avoid the use of computer during installation this system. There is a gap between the understanding of the users of the information system, health actions taken and the administration of the health care. It was shown that the software not has usability. In the analysis of functionality, regarding the system security were detected that records are not lost as formerly. On the appropriateness of the system needs to reflect the needs of the users and we emphasize the lack of interoperability between information systems used in public health services. We recommend setting management indicators, to keep training all users of the system to be able to better usability, fix the hardware, internet services, and technical support to keep the system working.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, 2013.
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons