Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/7930
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_TatiellenMunizLima.pdf653,4 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Exigências térmicas e fotoperiódicas da cultura da soja na região de Planaltina – Distrito Federal
Autor(es): Lima, Tatiellen Muniz
Orientador(es): Polycarpo, Rafaela Carareto
Coorientador(es): Silva, Fernando Antônio Macena da
Assunto: Soja - cultivo
Soja - plantio
Fenologia vegetal
Data de apresentação: 1-Jul-2014
Data de publicação: 22-Jul-2014
Referência: LIMA, Tatiellen Muniz. Exigências térmicas e fotoperiódicas da cultura da soja na região de Planaltina – Distrito Federal. 2014. 29 f., il. Monografia (Bacharelado em Gestão do Agronegócio)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2014.
Resumo: O cultivo da soja é de extrema importância para a economia do Brasil pelo saldo positivo na balança comercial. A produção brasileira do grão vem batendo recorde nos últimos anos, com previsão de ultrapassar os Estados Unidos na safra 2013/2014. O aumento da produção e da área plantada são provas das melhorias das cultivares de soja nas regiões do Brasil, principalmente nas regiões onde o clima predominante é o Cerrado. Grande parte desse processo de melhoramento das sementes é realizado pela Embrapa, a unidade Cerrados, foi o local onde os experimentos foram realizados e o processamento dos dados foi feito em parceria com o setor da Biofísica Ambiental da Embrapa Cerrados. O estudo acerca da fenologia da soja é importante, pois através dele é possível saber onde é possível plantar determinada cultivar, em determinado tipo de solo, resposta ao fotoperíodo, que é o comprimento do dia e temperatura e através dessas informações possibilita determinar o ciclo das cultivares. A cultivar BRS 7580 foi o material utilizado para esse estudo onde foram calculados as fases fenológicas e os graus dias acumulados. Os resultados gerados nesse estudo podem ser utilizados nos trabalhos de zoneamento de risco climático da cultura da soja que tem sido usado como um instrumento de política agrícola e de gestão de riscos na agricultura.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, 2014.
Aparece na Coleção:Gestão do Agronegócio



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons