Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/7911
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_JoseKubitschekFonsecadeBorbaJunior.pdf808,09 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Avaliação de impactos ambientais e socioeconômicos de produtores familiares de leite orgânico e em transição agroecológica do Distrito Federal e Região Integrada do Entorno
Autor(es): Borba Júnior, José Kubitschek Fonseca de
Orientador(es): Sauer, Sérgio
Coorientador(es): Neder, Ricardo Toledo
Assunto: Leite orgânico - produção
Agroecologia
Desenvolvimento sustentável
Data de apresentação: 25-Jun-2014
Data de publicação: 22-Jul-2014
Referência: BORBA JÚNIOR, José Kubitschek Fonseca de. Avaliação de impactos ambientais e socioeconômicos de produtores familiares de leite orgânico e em transição agroecológica do Distrito Federal e Região Integrada do Entorno. 2014. 58 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Gestão do Agronegócio)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: Este trabalho é o relatório de estágio, realizado na área experimental de pesquisa em sistemas orgânicos de produção animal da Embrapa Cerrados, que analisa aspectos ambientais e socioeconômico dos produtores de leite orgânico e em transição agroecológica do Distrito Federal e Região integrada do entorno. Neste sentido, foi elaborada uma pesquisa de campo como parte das atividades do estágio, no âmbito do subprojeto “Desenvolvimento de tecnologias para construção participativa de conhecimentos na produção de biomassa de forragens para sistemas Agroecológicos de leite no bioma Cerrado”, que faz parte do projeto Leite Agroecológico – CNPq-Edital Repensa 2010, . O objetivo principal era mensurar impactos ambientais, sociais e econômicos da atividade de produção de leite orgânico âmbitos. Foram utilizados o instrumento metodológico da Embrapa, o Ambitec–Agro, e um Diagnóstico Rápido Participativo - DRP, para colher informações relacionada à produção agroecológica. Assim foi possível avaliar se esta atividade de produção, e o uso de técnicas agroecológicas, promovem o desenvolvimento sustentável, abrindo possibilidades de construir, de forma participativa, alternativas para melhorar as condições dos produtores na região do Distrito Federal e integrada do entorno.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Curso de Graduação em Gestão do Agronegócio, 2014.
Aparece na Coleção:Gestão do Agronegócio



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons