Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/7666
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_MariannePinheiroMarques.pdf225,04 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Avaliações para indicação de tecnologia assistiva utilizadas por terapeutas ocupacionais
Autor(es): Marques, Marianne Pinheiro
Orientador(es): Alves, Ana Cristina de Jesus
Assunto: Tecnologia assistiva
Deficientes
Data de apresentação: 18-Dez-2013
Data de publicação: 9-Jun-2014
Referência: MARQUES, Marianne Pinheiro. Avaliações para indicação de tecnologia assistiva utilizadas por terapeutas ocupacionais. 2013. 41 f., il. Monografia (Bacharelado em Terapia Ocupacional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: O conceito de Tecnologia Assistiva vem sendo discutido ao longo dos anos, tanto em nível nacional quanto internacionalmente. O avanço dessa tecnologia proporciona para as pessoas com deficiência a obtenção de maior controle sobre suas vidas, maior participação social e contribuição nas atividades desenvolvidas em casa, escola, trabalho e comunidade, propiciando uma interação com as outras pessoas e tendo as mesmas oportunidades que elas, obtendo, assim, o máximo de independência e qualidade de vida. Devido à aplicabilidade em pessoas com limitações ou deficiências, a Tecnologia Assistiva tornou-se objeto de estudo da área de Terapia Ocupacional. Diante de todo esse contexto é importante entender quais são os métodos utilizados pelos Terapeutas Ocupacionais no âmbito de indicação e implementação de Tecnologia Assistiva. O processo de avaliação na Terapia Ocupacional consiste investigação do perfil ocupacional e na análise do desempenho ocupacional, podendo ocorrer formalmente ou informalmente, sendo conduzida pelo Terapeuta Ocupacional e focada no que o cliente deseja. Com isso, este estudo teve por objetivo caracterizar a produção científica no que se refere ao uso de avaliação no processo de indicação e implementação de Tecnologia Assistiva no contexto nacional, identificando e discutindo os instrumentos de avaliação utilizados. Para isso, foi realizada a revisão da literatura utilizando-se as bases de dados Lilacs, Scielo, MEDLINE e PUBMED, com as palavras chaves avaliação, tecnologia assistiva e terapia ocupacional. Os resultados mostraram seis estudos os quais foram analisados por meio da análise bibliométrica e crítica. A primeira análise mostrou que as publicações mais frequentes foram no ano de 2010, e não obtendo publicação anterior a 2006, em relação à área do artigo, predominaram estudos da Enfermagem e da Terapia Ocupacional, e destes, a maior parte ensaios clínicos. Já a análise critica mostrou que o formulário semiestruturado foi utilizado na maioria dos estudos, sendo utilizadas algumas avaliações padronizadas, porém, nenhuma específica para Tecnologia Assistiva. Reforça-se a necessidade de investimentos nessa área, devido à escassez de estudos, em especial em âmbito nacional. ___________________________________________________________________________ ABSTRACT
Assistive Technology concept has been discussed over the years, at both national and international levels. The development of this technology offers to disable people a greater control over their lives, broader social participation and the possibility of taking part in activities at home, at school, at work and within the community, stimulating interaction with other people. They would also have the same opportunities as other people have, achieving full independence and quality of life. Assistive Technology, due to its applicability in people with physical limitations or disabilities, became object of study of Occupational Therapy. Therefore, Occupational Therapy assessment process will consist of occupational profile and performance analysis, carried out formally or informally, conducted by the Occupational Therapist and focused on client’s needs, on what is necessary to be done, on what can be done and how it has being done, identifying factors that operate as facilitators or barriers. In view of this context, it is important to understand which methods are used by Occupational Therapists in relation to indication and implementation of Assistive Technology. The aim of this study was to characterize scientific production concerning the use of assessment in the Assistive Technology implementation process in Brazil, identifying and investigating Assistive Technology assessment, indication and implementation instruments. Therefore, this research analyzed qualitatively six studies. Results showed that all studies were Brazilian, written in Portuguese, most of them from 2010. We did not find any study on the subject published before 2006. Regarding articles’ area of knowledge, great part of them were clinic trials, from Nursing and Occupational Therapy areas. In a second analysis, regarding studies’ content, we observed that the semistructured form and also some standard evaluations were used in most studies, although none of them were Assistive Technology specific. We emphasize the necessity of investments in Assistive Technology, due to the lack of studies in this area, especially in Brazil.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Graduação em Terapia Ocupacional, 2013.
Aparece na Coleção:Terapia Ocupacional



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons