Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/686
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_AnaFlaviaMarques.pdf455,15 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Um olhar sobre a experiência do programa justiça comunitária na cidade de Taguatinga no período de 2002-2007 sob a perspectiva dos principais atores sociais envolvidos em sua implementação
Autor(es): Marques, Ana Flávia Silva
Orientador(es): Sousa, Nair Heloisa Bicalho de
Assunto: Justiça comunitária
Cidadania
Data de apresentação: 4-Jul-2008
Data de publicação: 16-Nov-2009
Referência: MARQUES, Ana Flávia Silva. Um olhar sobre a experiência do programa justiça comunitária na cidade de Taguatinga no período de 2002-2007 sob a perspectiva dos principais atores sociais envolvidos em sua implementação. 2008. 76 f. Monografia (Bacharelado em Serviço Social)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Resumo: O trabalho aqui exposto realiza um estudo de caso sobre a experiência do Programa Justiça Comunitária em Taguatinga, buscando compreender em que medida o programa pode ser um meio alternativo de resolução de conflitos na comunidade, bem como identificar os elementos centrais que constituem a proposta do programa e identificar as estratégias utilizadas para traçar os caminhos de uma justiça no âmbito comunitário. A modernidade considerada como um período histórico complexo, de intensas mudanças, traz profundas transformações sociais, econômicas e políticas, que afetam profundamente a estrutura do Estado Democrático de Direito e, é por isso considerada o cerne do debate sobre justiça comunitária, apresentada neste estudo. A presente investigação consiste em analisar sob a perspectiva dos atores sociais que participam da implementação do programa, se este tem promovido uma justiça no âmbito comunitário por meio da educação para os direitos, da mediação comunitária e da formação de redes sociais. Com base nos elementos obtidos, o Programa Justiça Comunitária retrata um novo caminho para a resolução de conflitos de forma não-adversarial, revelando ser uma alternativa à justiça formal.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, 2008.
Aparece na Coleção:Serviço Social



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.