Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/6706
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_RafaelaCoelhoDyna.pdf758,99 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Agronegócio e ecovilas no bioma Cerrado : construindo parâmetros de uma ação coletiva
Outros títulos: Agribusiness and ecovillages in Cerrado biome : building parameters of a collective action
Autor(es): Dyna, Rafaela Coelho
Orientador(es): Almeida, Wellington Lourenço de
Assunto: Ecovilas
Agronegócios
Cerrado
Chapada dos Veadeiros (GO)
Data de apresentação: 28-Nov-2013
Data de publicação: 3-Jan-2014
Referência: DYNA, Rafaela Coelho. Agronegócio e ecovilas no bioma Cerrado: construindo parâmetros de uma ação coletiva. 2013. 49 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Gestão do Agronegócio)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2013.
Resumo: O presente estudo analisa o processo de construção coletiva de um novo design social em uma região tradicionalmente adepta à modos de produção agrícola intensiva, que nos últimos anos vêm sendo comprovadamente insustentáveis, no que abrange à biodiversidade, utilização racional e preservação dos recursos naturais do Bioma Cerrado, grandes concentrações de terras, uso de tecnologias poluentes – tanto na produção de alimentos como na obtenção de energias renováveis, e, como consequência, o modelo social que se forma a partir das práticas incorporadas. A partir da consciência dessas práticas, surgem grupos de pessoas com interesses comuns: dar origem à uma nova configuração social no Centro-Oeste brasileiro. Esses grupos se enquadram no que é caracterizado como ação coletiva, segundo a definição de Mancur Olson. A área analisada é a região norte de Goiás, região tradicionalmente utilizada para práticas agrícolas e agropecuárias, mais especificamente nos limites do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Para essa análise, serão utilizados os conceitos destacados pelos autores relacionados ao tema, bem como a interpretação do estatuto social do grupo analisado.
Abstract: This study analyzes the process of collective construction of a new social design in a region traditionally adept at intensive agricultural production methods , which in recent years have been proven unsustainable in covering biodiversity , rational use and preservation of natural resources of Biome Cerrado; large concentrations of land; pollutants using technology - both in food production such as to obtain renewable energy sources, and as a result , the social model which forms with this practices . In recognition of these process there are groups of people with common interests, like giving rise to a new social setting in Central Brazil . These groups fit into what is characterized as collective action as defined by Mancur Olson . The study area is the northern part of Goiás state, traditionally used for agricultural and farming practices, more specifically within the limits of Chapada dos Veadeiros National Park. For this analysis , we will use the concepts highlighted by the authors related to the topic, and some interpretation of the social statute of the analyzed group.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Planaltina, Gestão do Agronegócio, 2013.
Aparece na Coleção:Gestão do Agronegócio



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons