Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/6205
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_RosileideRochaDeSouzaCosta.pdf1,06 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Análise do discurso : agricultura familiar versus classe patronal : antagonismo e poder no assentamento Virgilândia
Autor(es): Costa, Rosileide Rocha de Souza
Orientador(es): Sousa, Rosineide Magalhães de
Assunto: Análise do discurso
Fazendeiros
Agricultura familiar
Cana-de-açucar
Assentamentos rurais
Data de apresentação: 27-Fev-2013
Data de publicação: 2-Out-2013
Referência: COSTA, Rosileide Rocha de Souza. Análise do discurso: agricultura familiar versus classe patronal: antagonismo e poder no assentamento Virgilândia. 2013. 63 f. Monografia (Licenciatura em Educação do Campo)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2013.
Resumo: Este trabalho consiste em analisar o discurso da classe patronal versus agricultura familiar, no intuito de investigar o poder do discurso e a influência deste sobre as pessoas. Buscam-se subsídios para a realização deste estudo, na pesquisa qualitativa para análise de dados. A base teórica é formada pelo estudo sobre Análise Crítica do Discurso, pois esta nos permite identificar a influência do discurso impostos pelo sistema capitalista, sendo o discurso uma das principais formas de dominação e poder, também busca compreender a relação entre discurso, poder, sociedade e cognição. O estudo mostrou que existem vários discursos que permeiam o arrendamento das terras, em que o discurso da classe patronal encontra-se explícito na agricultura familiar. A falta de conhecimento e a busca pelo imediatismo são os fatores que contribuem para essa manipulação. Desta forma, este estudo contribuirá na construção de sujeitos críticos e politizados, que sejam capazes de intervir e buscar meios de resistir a esses discursos delineados de interesses e não serem manipulados por essa estrutura capitalista. _________________________________________________________________________ ABSTRACT
This work consists of analyzing the speech class employers versus family farming in order to investigate the power of speech and its influence on people. Subsidies are sought for this study, in qualitative research for data analysis. The theoretical basis is formed by the study of Critical Discourse Analysis, as this allows us to identify the influence of the speech being imposed by the capitalist system, the speech one of the main forms of domination and power, also seeks to understand the relationship between discourse, power, society and cognition. The study showed that there are several discourses that permeate the lease of land, where the discourse of class employer is explicit in family farming. The lack of knowledge and the search for immediacy are the factors that contribute to this manipulation. Thus, this study will contribute to the construction of critical and politicized, they are able to intervene and seek ways to resist these discourses outlined interests and not be manipulated by the capitalist structure.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Planaltina, Licenciatura em Educação do Campo, 2013.
Aparece na Coleção:Educação do Campo



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons