Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/28895
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2020_MarianyFiuzaBragaPiresDeMelo_tcc.pdf1,21 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Saúde mental e saúde ocupacional : situação do Distrito Federal e possíveis estratégias de enfrentamento institucuional
Outros títulos: Saúde mental e saúde do trabalhador : situação do Distrito Federal e possíveis estratégias de enfrentamento institucional
Autor(es): Melo, Mariany Fiuza Braga Pires de
Orientador(es): Carvalho, Jonas Lotufo Brant de
Assunto: Saúde mental
Doenças ocupacionais
Data de apresentação: 2020
Data de publicação: 13-Out-2021
Referência: MELO, Mariany Fiuza Braga Pires de. Saúde mental e saúde ocupacional: situação do Distrito Federal e possíveis estratégias de enfrentamento institucuional. 2020. 57 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Resumo: Introdução: A alta incidência de doenças psíquicas, entre a população em idade produtiva, representa a terceira maior causa de afastamento do trabalho no Brasil. Segundo dados apresentados, as relações entre trabalho, desgaste mental e transtornos mentais em situações de precarização do trabalho sofreram grandes mudanças com os avanços da sociedade e do capitalismo. Justificativa: O presente trabalho justifica-se pela relevância de encontrar estratégias que possibilitem a ação, promoção e proteção à saúde mental de trabalhadores nos ambientes laborais. Métodos: A abordagem do estudo é do tipo quantitativa. A fonte de dados utilizada foi a Comunicação de Acidentes de Trabalho (CAT) extraída do sistema do DATAPREV. Assim, foi possível obter, utilizando os softwares de análise (excel e epi info), os dados dos principais acometimentos e profissões que mais sofrem afastamento devido a agravos de saúde mental. Foram analisados dados de setembro de 2018 a setembro de 2020 no Distrito Federal. Com base na literatura, realizou uma busca de estratégias que orientassem as instituições sobre os agravos. Resultados: Foram registradas 10.951 CAT no período, dessas 245 (0,02%) estão relacionadas à saúde mental. O sexo masculino lidera as ocorrências com 145 (59%). A maior parte foi relacionada aos CIDs de reação aguda ao estresse, ansiedade e depressão. A categoria profissional mais afetada são os carteiros, que representaram 30% (n=40) em 2018-2019 e 32% (n=36) em 2019-2020 das ocorrências de saúde mental. Esses fatores foram organizados como situações-problemas como mecanismo de estratégias. O sistema de registro das CAT não contabiliza funcionários públicos pelo regime estatutário. Conclusão: As doenças que mais acometem os ambientes laborais no DF têm influência de fatores como: clima organizacional, alta demanda e longas jornadas. Percebendo isso, uma das principais estratégias seria identificar os responsáveis organizacionais que pudessem lidar dentro da sua competência com os agravos de saúde mental no ambiente laboral.
Abstract: Introduction: The high incidence of mental illness among the population of productive age represents the third largest cause of absence from work in Brazil. According to data presented, the relationships between work, the relations between work, mental wear and mental disorders in situations of work precarization have undergone great changes with the advances of society and capitalism. Justification: The present work is justified by the relevance of finding strategies that enable the action, promotion, and protection of workers' mental health in work environments. Methods: The approach of the study is quantitative. The data source used was the Communication of Work Accidents (CAT) extracted from the DATAPREV system. So, it was possible to obtain, using the analysis software (excel and epi info), the data of the main affections and professions that most suffer absence due to mental health problems. Data from September 2018 to September 2020 in the Federal District were analyzed. Based on the literature, a search for strategies to guide institutions about these problems was conducted. Results: 10.951 CAT were recorded in the period, of these 245 (0.02%) are related to mental health. Men led the occurrences with 145 (59%). Most were related to acute stress reaction, anxiety and depression ICDs. The most affected professional category is letter carriers, who accounted for 30% (n=40) in 2018-2019 and 32% (n=36) in 2019-2020 of mental health occurrences. These factors were organized as problem situations as a mechanism for strategies. The CAT registration system does not account for public employees under the statutory regime. Conclusion: The diseases that most affect the work environments in the Federal District are influenced by factors such as: organizational climate, high demand and long working hours. Realizing this, one of the main strategies would be to identify those responsible for the organization who could deal within their competence with mental health problems in the work environment.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Coletiva, 2020.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.