Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/28061
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2020_SarahBrochadoFialho_tcc.pdf2,2 MBAdobe PDFver/abrir
Título: A história da estampa de oncinha e sua representação em videoclipes contemporâneos
Autor(es): Fialho, Sarah Brochado
Orientador(es): Freitas, Gabriela Pereira de
Assunto: LGBTI+
Estética Camp
Videoclipe musical
Figurino
Empoderamento
Expressão artística
Data de apresentação: 30-Nov-2020
Data de publicação: 28-Jul-2021
Referência: FIALHO, Sarah Brochado. A história da estampa de oncinha e sua representação em videoclipes contemporâneos. 2020. 54 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Artes Visuais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Resumo: O presente trabalho visa relacionar o movimento Queer e a estética Camp com videoclipes do ano de 2020 que trazem a estampa de oncinha em seu figurino. Esta relação foi desenvolvida considerando a história da estampa de oncinha com base no livro da autora Jo Weldon (2019), além de documentários e artigos de revistas. Seguida por uma pesquisa abordando teóricos que tratam da Teoria Queer atualmente, trazendo a perspectiva de Beatriz Preciado, Guacira Louro e Telmo Fernandes sobre a multidão Queer e sua relação e estética Camp. Os clipes foram selecionados de acordo com o ano de lançamento, país de origem dos artistas e pelo fato de terem a estampa de oncinha no seu figurino, estes são: Me gusta (Anitta ft. CardiB e Mike Towers, 2020), Sussu (Lexa, 2020), Opo (2Baba ft. WizKid, 2020), Tímida (Pabllo Vittar e Thalia, 2020) e WAP (CardiB ft. Megan Thee Stallion, 2020). Estabeleceu-se assim, uma relação da estampa de oncinha e a expressão de personagens Queers nos videoclipes deste ano. Assim, este estudo permitiu notar que - seja de uma forma simbólica ou outras, sendo todas elas pautadas na criação de espaços de empoderamento, de visibilidade, de protestos cívicos -, a estampa de oncinha sempre esteve no pódio dos grupos sociais ditos marginalizados.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Departamento de Artes Visuais, 2020.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Artes Visuais



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.