Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/27577
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2019_WilliamDaPonteMeneses_tcc.pdfTrabalho de Conclusão de Curso (graduação)534,28 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Tamanho não é documento : alometria no gonopódio do peixe Phalloceros harpagos
Autor(es): Meneses, William da Ponte
Orientador(es): Silva, Eduardo Bessa Pereira da
Assunto: Animais - comportamento sexual
Peixe - anatomia
Data de apresentação: 2019
Data de publicação: 18-Mai-2021
Referência: MENESES, William da Ponte. Tamanho não é documento: alometria no gonopódio do peixe Phalloceros harpagos. 2019. 23 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Naturais)—Universidade de Brasília, Brasília-DF, 2019.
Resumo: A família Poeciliidae, do grupo dos Cyprinodontiformes, consiste em peixes com dimorfismo sexual, fêmeas maiores do que os machos, e que realizam fecundação interna. Os machos deste grupo possuem uma nadadeira anal modificada, conhecida como gonopódio. Os Cyprinodontiformes habitam zonas tropicais, nos continentes americanos e na Oceania, e neste grupo estão 299 espécies que são onívoras. A espécie estudada nesta pesquisa é Phalloceros harpagos, cuja etimologia do nome é: (Phallus = falo; Cerus = chifres). A competição espermática, na qual os machos desta espécie disputam para garantir que o esperma fecunde o óvulo da fêmea, pode afetar o comprimento da genitália, que entregará esperma mais próximo ao óvulo. Este estudo pretende compreender como o comprimento do gonopódio de Phalloceros harpagos, um Poeciliidae do cerrado brasileiro, varia em função do comprimento do macho, procurando avaliar se ele cresce proporcionalmente ao corpo (isometria) ou se cresce desproporcionalmente (alometria). Foram realizadas estudo de morfometria com base em fotografias com os espécimes, das quais obtivemos medidas de comprimento padrão (CP), comprimento do gonopódio (CG) e comprimento da cabeça (CA). A regressão linear dessas medidas foi analisada para avaliar sua proporcionalidade e sua variação entre as diferentes bacias estudadas. O gonopódio teve crescimento alométrico negativo, com variações de tamanho consistentes com a proximidade geográfica. Esta é uma das primeiras evidências da ocorrência do fenômeno one size fits all em peixes, no qual um tamanho de genitália se adequa a qualquer tamanho de parceira, aumentando a chance de que um macho consiga acasalar com qualquer que seja a fêmea que o aceitar, evidenciando a atuação de seleção estabilizante no crescimento da genitália em vertebrados.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, 2019.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Ciências Naturais



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.