Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/27073
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_MariannaBrandaoRosasSchulz_tcc.pdf662,44 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Fatores ambientais e o esporte paralímpico : investigação sobre as políticas públicas, fatores psicossociais e tecnologia assistiva : coorte prospectiva
Autor(es): Schulz, Marianna Brandão Rosas
Orientador(es): Alves, Ana Cristina de Jesus
Assunto: Paraolimpíadas
Pessoas com deficiência
Atletas
Tecnologia assistiva
Esportes para deficientes
Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF)
Data de apresentação: 29-Out-2018
Data de publicação: 29-Mar-2021
Referência: SCHULZ, Marianna Brandão Rosas. Fatores ambientais e o esporte paralímpico: investigação sobre as políticas públicas, fatores psicossociais e tecnologia assistiva: coorte prospectiva. 2018. 47 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Terapia Ocupacional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Introdução: O estudo visa analisar a complexa relação entre o esporte paralímpico, as pessoas com deficiência, os diversos elementos da vida dessas pessoas e a influência direta e indireta no desempenho no paraesporte. Como objetivo teve-se apresentar como os fatores ambientais, segundo a classificação trazida pela CIF, se correlacionam ao longo do tempo no paraesporte paralímpico. Método: Trata-se de estudo analítico de coorte, que investigou ao longo do tempo as variáveis: renda, idade, esporte, profissão, escolaridade, raça, gênero, fatores psicossociais, políticas publicas, dispositivos de tecnologia assistiva, satisfação com estes e serviços prestados. Nas três coletas, realizou-se a análise quantitativa descritiva e a correlação dentre as variáveis descritas. Participaram quinze indivíduos adultos com deficiência física e/ou visual que praticavam esporte das modalidades paralímpicas de natação, parabadminton, rugby em cadeira de rodas, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas, tiro com arco e vôlei sentado, em fase de treinamento, no período de junho de 2017 a fevereiro de 2018. A pesquisa foi realizada na Associação de Centro de Treinamento de Educação Física Especial, no Núcleo de Referência. A análise dos dados foi feita por meio de estatística descritiva e comparativa bem como por coeficientes da correlação de Pearson. Resultados: Foi possível analisar o perfil dos atletas da amostra, como por exemplo o fato de 87% ser do gênero masculino e 13% feminino, quanto ao fator escolaridade, 53% apenas concluíram o ensino médio. Quanto à profissão, 47% da amostra se dedica exclusivamente ao esporte. Em relação à satisfação, analisando e comparando todas as coletas, em todos os tópicos analisados; (dispositivo, serviços, satisfação total, habilidades, atividades, horas de uso) o resultado foi crescente. Discussão e Conclusão: O estudo mostrou que os fatores pessoais possuem uma relevante influência sobre o uso do dispositivo de tecnologia assistiva, certos fatores pessoais podem influenciar diretamente o acesso desses atletas a fatores ambientais que atuem como facilitadores de acesso ao esporte. Conclui-se que fazem-se necessárisa pesquisas que investiguem os fatores amabientais e paraesporte.
Abstract: Introduction: This paper seeks to analyze the complex relations between the Paralympic sport and people with disabilities that practice these sports and the diverse elements of these people’s lives that directly and indirectly influence the performance of the practice of this kind of sport, by means of a cohort that investigated over time the repercussion of the elements around the Paralympic practice and the athletes satisfactory or unsatisfactory responses to these elements. The goal is to present how environmental elements, according to the ICF classification, relate over time in Paralympic sports. Method: Over the span of three data collections, in three different periods, a descriptive quantitative analysis and the correlation between income, age, gender, biopsychosocial factors, public policies, assistive technology devices, satisfaction with this services. Fifteen adult individuals with physical and/or visual disabilities who practiced Paralympics sports such as swimming, para- badminton, wheelchair rugby, table tennis, wheelchair tennis, target archery and sitting volleyball, in training stages, took part of the collections in the period from June of 2017 and February of 2018. The polling took place in the Associação de Centro de Treinamento de Educação Física Especial (CETEFE) – at the Reference Center. The analysis of the data was made through descriptive and comparative statistics as well as by Pearson correlation coefficients. Results: It was possible to analyze the profile of the athletes of the sample, such as the fact that 87% were male and 13% female, only 53% finished high school. As for the profession, 47% of the sample is dedicated exclusively to the sport. In relation to satisfaction, analyzing and comparing all collections, in all topics analyzed; (device, services, total satisfaction, skills, activities, and hours of use) the result was growing. Discussion and Conclusion: The study showed that personal factors have a relevant influence on the use of the assistive technology device; certain personal factors can directly influence the access of these athletes to environmental factors that act as facilitators of access to the sport. It is concluded that research is needed to investigate the environmental factors and the sport.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Terapia Ocupacional



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.