Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/26323
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_GilcaDantasOliveira_tcc.pdfTrabalho de Conclusão de Curso (graduação)730,96 kBAdobe PDFver/abrir
Registro completo
Campo Dublin CoreValorLíngua
dc.contributor.advisorAndrade, Priscila Almeida-
dc.contributor.authorOliveira, Gilca Dantas-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Gilca Dantas. A acupuntura sob a ótica das publicações científicas do Instituto Cochrane. 2017. 66 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.pt_BR
dc.descriptionTrabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Graduação em Saúde Coletiva, 2017.pt_BR
dc.description.abstractEmbora a acupuntura tenha se desenvolvido há milhares de anos, foi apenas em 2006 que teve reconhecimento como intervenção de saúde no Brasil. Tendo em vista a importância de conhecer mais sobre as PICs, em especial a acupuntura, foi necessário desenvolver uma análise pertinente a eficácia e segurança da intervenção. Para isso, foram coletados dados de 20 resumos de revisões sistemáticas disponíveis na biblioteca virtual do instituto Cochrane. Foi possível observar 9 áreas de saúde distintas nas revisões, 5 na área de ginecologia, 3 na de neurologia, 3 na de oftalmologia, 2 na área de reumatologia, 2 na de ortopedia, 2 em outras áreas de saúde, 1 na área de psiquiatria, 1 na de nefrologia e 1 na de urologia. Dentre as comparações, 14 revisões tiveram como uma de suas análises a acupuntura comparada com o tratamento placebo, 10 estudos tiveram como uma de suas análises a comparação da acupuntura com tratamento padrão ou fármaco, 7 revisões tiveram como uma de suas análises a comparação da acupuntura com nenhum tratamento, 4 estudos tiveram como uma de suas análises a comparação da eletroacupuntura com nenhum tratamento ou outra intervenção, 3 estudos tiveram como uma de suas análises a comparação da acupressão com outra intervenção ou associada a um tratamento comparando-a com o tratamento isolado e apenas uma revisão teve como uma de suas análises a comparação da auriculoterapia com outra intervenção. Devido às limitações, riscos de vieses e heterogeneidade dos ensaios, os desfechos das comparações e recomendações não foram de boa qualidade, pois das 20 revisões, 15 tiveram evidências insuficientes para recomendar a acupuntura, apenas 3 fizeram a recomendação da intervenção para as situações de saúde como dores no trabalho de parto, fibromialgia e enxaqueca e duas não fizeram a recomendação do tratamento devido aos poucos benefícios encontrados. Para melhores resultados, são necessários estudos de boa qualidade e com amostras maiores, além de explorarem outros tipos de acupuntura, como a moxibustão que não foi encontrada em nenhuma das revisões analisadas. É recomendável que próximos trabalhos acrescentem revisões disponibilizadas em outros idiomas, como o inglês, além de explorar dados não somente quantitativos, mas qualitativos para aprimorar os conhecimentos a respeito da temática.pt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subject.keywordAcupunturapt_BR
dc.subject.keywordPráticas Integrativas e Complementares (Saúde)pt_BR
dc.subject.keywordMedicina chinesapt_BR
dc.subject.keywordProdução científicapt_BR
dc.subject.keywordComunicação científicapt_BR
dc.titleA acupuntura sob a ótica das publicações científicas do Instituto Cochranept_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso - Graduação - Bachareladopt_BR
dc.date.accessioned2021-01-14T11:10:07Z-
dc.date.available2021-01-14T11:10:07Z-
dc.date.submitted2017-07-03-
dc.identifier.urihttps://bdm.unb.br/handle/10483/26323-
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.pt_BR
dc.description.abstract1Although acupuncture has developed thousands of years ago, it was only in 2006 that it was recognized as a health intervention in Brazil. Given the importance of knowing more about PICs, especially acupuncture, it was necessary to develop a relevant analysis of the efficacy and safety of the intervention. To this end, data were collected from 20 abstracts of systematic reviews available at the Cochrane Institute virtual library. It was possible to observe 9 different health areas in the reviews, 5 in the area of gynecology, 3 in neurology, 3 in ophthalmology, 2 in the area of rheumatology, 2 in orthopedics, 2 in other areas of health, 1 in the area of psychiatry, 1 in nephrology and 1 in urology. Among the comparisons, 14 reviews had as one of their analyzes acupuncture compared to the placebo treatment, 10 studies had as one of their analyzes the comparison of acupuncture with standard treatment or drug, 7 reviews had as one of their analyzes the comparison of acupuncture With no treatment, 4 studies had as one of their analyzes the comparison of electroacupuncture with no treatment or other intervention, 3 studies had as one of their analyzes the comparison of acupressure with another intervention or associated with a treatment comparing it with the treatment alone And only one review had as one of its analyzes the comparison of auriculotherapy with another intervention. Due to the limitations, risks of biases and heterogeneity of the trials, the comparisons and recommendations were not of good quality, because of the 20 reviews, 15 had insufficient evidence to recommend acupuncture, only 3 recommended the intervention for health situations Such as labor pain, fibromyalgia and migraine, and two did not recommend treatment because of the few benefits found. For better results, good quality studies with larger samples are required, as well as exploring other types of acupuncture, such as moxibustion that was not found in any of the reviews analyzed. It is recommended that upcoming work add revisions made available in other languages, such as English, in addition to exploring not only quantitative but qualitative data to improve knowledge about the subject.pt_BR
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.