Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/25797
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2019_MariaDeFatimaAlvesDosSantos_tcc.pdf2,34 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Memória viva do acampamento Renascer : trajetórias de luta e resistência pelo sonho de conquistar a terra
Autor(es): Santos, Maria de Fátima Alves dos
Orientador(es): Medeiros, Maria Osanette de
Assunto: Assentamentos rurais
Data de apresentação: 11-Jul-2019
Data de publicação: 30-Out-2020
Referência: SANTOS, Maria de Fátima Alves dos. Memória viva do acampamento Renascer: trajetórias de luta e resistência pelo sonho de conquistar a terra. 2019. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação do Campo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Resumo: Este trabalho aborda a trajetória de vida dos trabalhadores sem terra do Acampamento Renascer, para compreender como se deu o processo de ocupação, por meio do registro das narrativas de mulheres e homens desde sua ocupação até os dias atuais. Mantendo viva a memória dos trabalhadores sem terra que vivenciam esse processo de luta e resistência, proporcionando às futuras gerações conhecimentos do legado da luta pela terra no Acampamento Renascer. Para o presente estudo foi realizada uma roda de conversa com seis moradores. Mesmo reconhecendo que no acampamento Renascer existe uma quantidade maior de mulheres trabalhadoras rurais, mães e chefes de famílias, mulheres de lideranças dentro das organizações do acampamento Renascer, a quantidade de entrevistados na roda de conversa foi escolhida, igualitariamente: três mulheres e três homens por compreender que a luta pela terra se faz por homens e mulheres, respeitando a igualdade de gênero. A apresentação dos sujeitos históricos foi feita de forma intercalada, compreendendo que todos os entrevistados têm aproximadamente a mesma idade e o mesmo tempo de luta. O resultado obtido neste trabalho aponta que os trabalhadores sem terra do acampamento Renascer mesmo com a morosidade do poder público e as dificuldades durante esse processo, estão firmes no proposito da aquisição da terra para o sustento de suas famílias e acolhem o acampamento como sua penúltima morada segundo expressou na roda de conversa.
Abstract: This work deals with the life path of landless workers in Renascer Camp, to understand how was the process of occupation, by recording the stories of women and men from their occupation to the present day. Keeping alive the memory of the landless workers who experience this process of struggle and resistance, providing future generations with knowledge of the legacy of the struggle for land in Camp Renascer. While recognizing that in Renascer there are more rural female workers, mothers and heads of families, women leaders within the organizations of the Renascer camp, the number of interviewees was chosen, equally three women and three men for understanding that the struggle for is done by men and women, respecting gender equality. Presentation of the historical subjects was done in an intercalated way, understanding that all respondents are approximately the same age and the same time of struggle. The result obtained in this work indicates that the landless workers of the Camp Renascer, even with the slowness of the public power and the difficulties of this process, are firm in the purpose of acquiring land for the sustenance of their families and welcomes the camp as their penultimate address.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina (FUP), 2019.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Educação do Campo



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.