Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/25516
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_LayaneMarquesAraujo_tcc.pdf1,31 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Conhecimento e autoconfiança da equipe de enfermagem da atenção primária à saúde sobre parada cardiopulmonar
Outros títulos: Knowledge and selfconfidence of the primary health care nursing team about cardiopulmonary arrest
Autor(es): Araújo, Laynne Marques
Orientador(es): Magro, Marcia Cristina da Silva
Assunto: Parada cardíaca
Equipe de enfermagem
Atenção primária à saúde
Pacientes - segurança
Enfermeiros - prática profissional
Enfermagem - estudo e ensino
Data de apresentação: 5-Dez-2018
Data de publicação: 4-Set-2020
Referência: ARAÚJO, Laynne Marques. Conhecimento e autoconfiança da equipe de enfermagem da atenção primária à saúde sobre parada cardiopulmonar. 2018. 49 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Introdução As organizações de saúde devem valorizar o conhecimento, as competências e as tecnologias em saúde, de modo a desenvolver equipes proativas suficientes e capazes de implementar mecanismos de gestão a fim de evitar falhas. O papel da enfermagem em situações de emergência é a identificação precoce do potencial risco, e uma vez identificada, atuar de forma ágil e efetiva sobre a demanda para evitar possíveis agravos. Este estudo foi motivado pela possibilidade de traçar o conhecimento do profissional de enfermagem sobre a parada cardiopulmonar. Objetivo geral: Identificar o conhecimento e autoconfiança da equipe de enfermagem sobre a assistência em situações de urgências e emergências na atenção primária à saúde. Método: Estudo descritivo, exploratório de abordagem quantitativa, desenvolvido em 2 unidades básicas de saúde do Distrito Federal, com uma amostra de 25 profissionais, entre eles auxiliares, técnicos e enfermeiros. Resultados: Verificou-se que mais da metade dos participantes (56%) declararam-se técnicos de enfermagem, embora 35,7% desses sejam enfermeiros, mas atuem como técnicos de enfermagem. O sexo predominante foi o feminino (68%). A média de idade entre os participantes foi de 42 ± 7 anos. Do total de profissionais de enfermagem, 18 (72%) reconheceram o pulso carotídeo como aquele que deve ser verificado durante a ocorrência de uma PCR e 12 (48%) conseguiram descrever a sequência correta de atendimento de uma PCR. Não houve consenso sobre o tempo preconizado para o reconhecimento da PCR e checagem de pulso e respiração, de modo que a parada seja identificada e a RCP iniciada de forma rápida. Acerca da autoconfiança, 52% dos profissionais não se consideram confiantes quanto ao domínio do conteúdo capaz de permitir uma assistência segura. Conclusão: Identificou-se a carência de conhecimento e autoconfiança por parte da equipe sobre a assistência ao paciente em situação de parada cardiopulmonar e a necessidade de mais estudos acerca da temática para mensuração dessa realidade de forma mais abrangente.
Abstract: Introduction: The organizations of health should improve the knowledge, the competences and the technologies on health, to develop proactive teams capable enough to implement mechanisms of manager with the view to avoid failure. The paper of nursing in emergency situations is the early identification of potential risk, and once the problem is identified, to act in an agile and effective way on the demand to avoid possible damages. This study was motivated by the possibility of tracing the knowledge of the nursing professional about cardiopulmonary arrest. Objectives: To identify the knowledge and selfconfidence of the nursing team about emergency care in primary health care. Methods: It’s a study describable and exploratory with the approach quantitative, developed on two basics health centers of the Distrito Federal, with a sample of 25 nursing professionals, between them auxiliary, technical and nurses. Results: It was found that more than half of the participants (56%) declared themselves to be nursing technicians, although 35.7% of them are nurses, but they act as nursing technicians. The predominant gender was female (68%). The mean age of participants was 42 ± 7 years. Of the total number of nursing professionals, 18 (72%) recognized the carotid pulse as the one to be verified during the occurrence of a CPR, and the majority (48%) were able to describe the correct sequence of CPR care. There was no consensus on the recommended time for CPR recognition and pulse and breath checking, so that the stop was identified and CPR started quickly. Conclusion: It was identified the lack of knowledge on the part of the team on the assistance to the patient in situation of cardiopulmonary arrest and the need for more studies about the subject to measure this reality in a more comprehensive way.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Enfermagem



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.