Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/25191
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2019_JoaoVitorDaSilvaSantos_tcc.pdf390,66 kBAdobe PDFver/abrir
Título: A importância e os desafios da ajuda mútua para a construção da autonomia na saúde mental
Autor(es): Santos, João Vitor da Silva
Orientador(es): Odeh, Muna Muhammad
Assunto: Saúde mental - assistência
Transtorno mental
Políticas públicas - saúde
Serviços de saúde mental
Serviços de saúde comunitária
Data de apresentação: 10-Jul-2019
Data de publicação: 30-Jul-2020
Referência: SANTOS, João Vitor da Silva. A importância e os desafios da ajuda mútua para a construção da autonomia na saúde mental. 2019. 51 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Resumo: O trabalho em questão trata da importância de atividades de ajuda mútua para a construção da autonomia de usuários de serviços de saúde mental. Atualmente é reconhecido que para o tratamento ideal da saúde mental há a necessidade de se valorizar o contexto em que determinada pessoa vive, pois os determinantes sociais da saúde interferem na condição de saúde mental do indivíduo, quando se valoriza o contexto das pessoas, ela se percebe construtora do próprio processo de recuperação. O objetivo do trabalho foi o de Identificar a importância das ações de ajuda e suporte mútuos para a construção da autonomia de pessoas com transtornos mentais, de forma a fomentar a recuperação da saúde mental. Como método foram utilizados a revisão sistemática da literatura e um momento vivencial, de observação participante, com o objetivo de aproximação prática do tema. Observa-se que as atividades de ajuda mútua valorizam o contexto das pessoas, pois nelas o objeto de trabalho é justamente a história de vida dos usuários. Com a utilização desta atividade pela Rede de Atenção Psicossocial, há o alcance da estratégia da mesma de reabilitação psicossocial, por meio do grande empoderamento que há aqui, por parte dos usuários e seus familiares. Logo, vemos que as atividades de ajuda mútua tem grande peso na construção da autonomia dos usuários da saúde mental, devendo também ser mais debatida e principalmente utilizada pelo sistema de saúde. Os desafios para uma ampla utilização da ajuda mútua como ferramenta de empoderamento e fortalecimento dos vínculos de usuários se dá a partir de recentidade da experiência no Brasil mas igualmente pela falta de seu reconhecimento e valorização nos âmbitos profissionais e também acadêmicos.
Abstract: The article in question deals with the importance of mutual aid activities for the construction of the autonomy of users of mental health services. It is now recognized that for the ideal treatment of mental health there is a need to value the context in which a person lives, because the social determinants interfere in a person's mental health condition, when the context of people is valued, The person is perceived builder of the recovery process himself. The objective of the study was to identify the importance of mutual help and support actions to build the autonomy of people with mental disorders, in order to promote the recovery of mental health. As a method we used the systematic review of the literature and a experiential moment, of participant observation, aiming at the practical approach of the theme. It is observed that mutual aid activities value the context of the people, because in them the work object is precisely the life history of the users, with the use of this activity by the Psychosocial Attention Network, there is the scope of the rehabilitation strategy psychosocial, through the great empowerment that there is, on the part of the users and their relatives. Therefore, we see that mutual aid activities play a major role in building the autonomy of mental health users and should also be more debated and mainly used by the health system. The challenges for a wide use of mutual aid as a tool for empowerment and strengthening of users' links is based on the realities of the experience in Brazil, but also due to the lack of recognition and appreciation in the professional and academic spheres.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Coletiva, 2019.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.