Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/25039
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2019_ClaudioPereiraEstevam_tcc.pdf538,13 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Crise financeira de 2008 : a manutenção da ordem econômica internacional
Autor(es): Estevam, Cláudio Pereira
Orientador(es): Bécard, Danielly Silva Ramos
Assunto: Crise econômica
Relações econômicas internacionais
Acordos de Bretton Woods
Economia internacional
Data de publicação: 29-Jul-2020
Referência: ESTEVAM, Cláudio Pereira. Crise financeira de 2008: a manutenção da ordem econômica internacional. 2019. 26 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Resumo: As grandes crises financeiras mundiais, ao longo das últimas décadas, tiveram no seu cerne as corporações internacionais, e as instituições criadas por meio dos Acordos de Bretton Woods surgiram como solucionadoras das referidas crises. Este artigo analisa brevemente, através de pesquisa bibliográfica e documental, se as causas e soluções encontradas para a crise financeira de 2008 reforçam a ordem econômica internacional vigente. Para isso, foi necessário um resgate histórico aos Acordos de Bretton Woods como estabelecedores de uma ordem econômica; o posicionamento das Organizações das Nações Unidas (ONU) em relação a uma nova ordem econômica; ao movimento anti-regulatório neoliberal; e, a análise da própria crise. Partiu-se da hipótese, com base na teoria neoliberal, de que a crise financeira de 2008 mostrou, em suas causas e consequências, como a ordem econômica internacional vigente, desde o final da Segunda Grande Guerra, tem perpetuado seu status quo, principalmente nas soluções das grandes crises corporativas internacionais.
Abstract: This article briefly examines whether the causes and solutions for the 2008 financial crisis reinforce the international economic order. To do so, it will return to the Bretton Woods Agreements as a delimiter of the order, to the position of United Nations Organizations (UNO) in relation to the economic order, the anti-regulatory neoliberal movement, and the analysis of the crisis itself. It was based on the neoliberal theory that the 2008 financial crisis showed in its causes and consequences how the current international economic order, since the end of the Second World War, has perpetuated its status quo, mainly into solutions to major international corporate crises. Bibliographical and documentary research was carried out.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, XX Curso de Especialização em Relações Internacionais, 2019.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar meu trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.