Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/25036
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_ZeliaMariaPereiraOliveira_tcc.pdf1,16 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Arte pelo desenvolvimento : o Banco Mundial e o caso da exposição “1 em 3”
Autor(es): Oliveira, Zélia Maria Pereira Brandt de
Orientador(es): Galvão, Thiago Gehre
Assunto: Mulheres - violência
Violência contra as mulheres
Banco Mundial
Arte
Relações internacionais
Data de apresentação: 28-Mar-2018
Data de publicação: 29-Jul-2020
Referência: OLIVEIRA, Zélia Maria Pereira Brandt de. Arte pelo desenvolvimento: o Banco Mundial e o caso da exposição “1 em 3”. 2018. 25 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: O presente artigo tem como objetivo contribuir para a discussão sobre a redução da desigualdade num enfoque diferente do usual, através do viés da arte. Nesse sentido, almeja-se a responder à seguinte pergunta: como um banco de desenvolvimento pode contribuir para a redução da desigualdade através da arte? Tal abordagem é discutida pela análise da exposição “1 em 3” sobre violência contra mulheres, trazida ao Brasil pelo Departamento de Artes do Banco Mundial, de Washington, e exposta no Congresso Nacional em Brasilia em março de 2015. A fim de situar o leitor, procurou-se apresentar uma breve descrição sobre a criação do Banco Mundial, sobre seu Programa de Artes e a interrelação desse programa com os diversos setores de atuação do Banco, como a Área de Gênero, tema da exposição em questão. A missão do Banco Mundial de erradicar a pobreza e promover a prosperidade compartilhada não será cumprida quando mais da metade da população não consegue autonomia social e econômica, condição fundamental para diminuição da desigualdade e que será difícil de alcançar enquanto o bem-estar das mulheres for prejudicado por maus-tratos domésticos, estupros, ataques com ácidos, casamentos forçados. Em suma, por meio dessa exposição, objetivou-se ampliar o olhar de como as exposições do Programa de Arte, em menor dimensão comparados aos demais programas do Banco Mundial, conseguem conscientizar as pessoas, transformando atitudes e comportamentos para as dificuldades por que passam os menos favorecidos ou em minoria, como no caso das mulheres que sofrem violência.
Abstract: This article aims to contribute to the discussion on reducing inequality in a different approach than usual, through the bias of art. In this sense, it aims to answer the following question: how can a development bank contribute to the reduction of inequality through art? Such an approach is discussed by the analysis of the "1 in 3" exposure on violence against women, brought to Brazil by the World Bank's Department of Arts, Washington, and exhibited at the National Congress in Brasilia in March 2015. In order to situate the reader a brief description was presented on the creation of the World Bank, its Arts Program and the interrelation of this program with the Bank's various sectors of activity, such as the Gender Area, the theme of the exhibition in question. The World Bank's mission to eradicate poverty and promote shared prosperity will not be fulfilled when more than half of the population does not achieve social and economic autonomy, a fundamental condition for reducing inequality, which will be difficult to achieve as long as women's well-being harmed by domestic mistreatment, rape, acid attacks, forced marriages. In short, through this exhibition, the objective was to broaden the view of how the Art Program exhibitions, in a smaller dimension compared to the other World Bank programs, can raise people's awareness, transforming attitudes and behaviors for the difficulties that the disadvantaged or in the minority, as in the case of women who suffer violence.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, XIX Curso de Especialização em Relações Internacionais, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar meu trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.