Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/24962
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2019_DanielaAnacletoMaciel_tcc.pdf586,8 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Do déficit democrático para crise democrática? : vicissitudes no cenário da União Europeia
Autor(es): Maciel, Daniela Anacleto
Orientador(es): Lessa, Antônio Carlos
Assunto: Déficit democrático
Refugiados
Crise econômica
União Européia
Democracia
Data de apresentação: 2019
Data de publicação: 28-Jul-2020
Referência: MACIEL, Daniela Anacleto. Do déficit democrático para crise democrática?: vicissitudes no cenário da União Europeia. 2019. [26] f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Resumo: O presente trabalho busca explanar como a União Europeia migrou do longo debate de déficit democrático para o risco de uma verdadeira crise democrática. O projeto de integração europeu, fundado nos princípios de democracia liberal e direitos humanos, carecia de uma estrutura democrática representativa e legítima desde sua criação, portanto, argumento constitutivo para o debate do déficit democrático interpretado por várias vertentes. No entanto, com a chegada das crises econômica e de refugiados, em 2008 e 2015, respectivamente, o panorama do déficit democrático se restaurou para uma ascensão do nacionalismo e populismo nos Estados-membros, tendo em 2016 a saída do Reino Unido do bloco (Brexit) como um dos resultados. Portanto, diante de uma nova onda eurocética adotada por vários partidos de extrema-direita de vertente populista e nacionalista, a democracia liberal e a própria sobrevivência da integração europeia estão em risco e enfrenta uma fase crítica.
Abstract: This present work aims explaining how the European Union migrated from a long democratic deficit debate towards a real democratic crisis risk. The european integration project, founded upon principles of liberal democracy and human rights, lacked a representative and legitimated structure since its creation, therefore, na argument for the democratic deficit debate, interpretated by many sides. However, with the economic and refugee crisis arrival, in 2008 and 2015, the scenario of democratic deficit restored into the rise of nationalism and populism in the member states, with the withdrawl of the United Kingdom from the EU (Brexit) as one of the results. Therefore, in face of the new eurosceptic wave adopted by many far right parties of populist and nationalist aspect, the liberal democracy and the own survival of integration are at risk and under a critical phase.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, XX Curso de Especialização em Relações Internacionais, 2019.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar meu trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.