Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/24785
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_VictorHugoSalesFerreira_tcc.pdf4,16 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Os efeitos da utilização da música em idosos institucionalizados
Autor(es): Ferreira, Vitor Hugo Sales
Orientador(es): Faustino, Andréa Mathes
Assunto: Cuidados com os doentes
Música
Idosos
Data de apresentação: 4-Dez-2018
Data de publicação: 24-Jul-2020
Referência: FERREIRA, Vitor Hugo Sales. Os efeitos da utilização da música em idosos institucionalizados. 2018. 77 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: INTRODUÇÃO: A música é uma ferramenta sensível e mostra-se promissora quando se trata da própria relação pessoal de idosos institucionalizados bem como do próprio desenvolvimento social que pode gerar essa ferramenta entre pessoas idosas, que ao se submeterem ao isolamento social, perdem capacidade de diálogo significativo, ocasionando uma cascata de danos ao sistema de consciência. O contato musical pode ser benéfico a pessoa idosa, uma vez que a música atua diretamente nas áreas cognitivas e límbicas, influenciando a evocação da memória e o aprimoramento de consciência rítmica, além de abordar a emotividade. OBJETIVO: Descrever os efeitos da utilização de música em idosos institucionalizados. MÉTODOS: Trata-se de estudo descritivo exploratório, com metodologia mista do tipo triangulação concomitante. Foi realizado em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) localizada no Distrito Federal. A população do estudo foi de idosos residentes na ILPI. Foram avaliados os aspectos da capacidade cognitiva, funcional e auditiva dos idosos para participarem de sessões de música, de acordo com a preferência musical e observados por meio da gravação de som e imagem a repercussão e efeitos que a música poderia causar em relação aos aspectos emocionais e físicos durante as sessões musicais. RESULTADOS: A amostra foi composta por 6 (seis) participantes, idosos institucionalizados, em que 83,4% (n=5) eram do sexo feminino, todos eles possuíam nível de escolaridade de 12 a 25 anos ou mais de estudos e encontravam-se dependentes em ao menos uma atividade básica de vida diária. Em todas as sessões musicais foi possível observar ao menos um dos critérios como: mudança de estado emocional, evidenciado por alteração de semblante, alteração de estado hipoativo para movimentação corporal rítmica e relatos verbais de satisfação, bem-estar e de recordações positivas. CONCLUSÃO: A contribuição da terapia musical alternativa e complementar apresentasse eficaz para o idoso institucionalizado nos quesitos em que a música demonstrou ser uma potencial ferramenta facilitadora. Esse cuidado centrado na qualidade de vida desse participante se faz sensível e qualitativo, procurando fazer diferença como método de terapia complementar e alternativa específica para cada idoso. Descritores: idosos, música, instituição de longa permanência para idosos.
Abstract: INTRODUCTION: Music is a sensitive tool, it shows promise when it comes to the personal relationship of institutionalized elders and the social development that can generate this tool among elderly people who, when subjected to social isolation, lose the capacity for meaningful dialogue, causing a cascade of damage to the consciousness system. Musical contact can be beneficial to the elderly, since music acts directly in the cognitive and limbic areas, influencing the evocation of memory and the enhancement of rhythmic awareness, as well as addressing emotionality. OBJECTIVE: To describe the effects of music use on institutionalized elderly people. METHODS: This is an exploratory descriptive study, with a mixed methodology of the concomitant triangulation type. It was carried out in a Homes for the Aged (HA) located in the Federal District. The study population was of the elderly living in HA. The aspects of the cognitive, functional and auditory capacity of the elderly were evaluated to participate in music sessions, according to the musical preference and observed through sound and image recording the repercussion and effects that the music could cause in relation to the emotional aspects and physical during the musical sessions. RESULTS: The sample consisted of 6 (six) participants, institutionalized elderly, in which 83.4% (n = 5) were female, all had a schooling level of 12 to 25 years or more of studies and were dependent in at least one basic daily life activity. In all the musical sessions it was possible to observe at least one of the criteria: emotional state change, evidenced by altered countenance, altered hypoactive state for rhythmic body movement and verbal reports of satisfaction, well-being and positive memories. CONCLUSION: The contribution of alternative and complementary musical therapy is shown to be effective for the institutionalized elderly in the areas where music has proved to be a potential facilitator. This care centered on the quality of life of this participant becomes sensitive and qualitative, seeking to make a difference as a complementary and alternative therapy method specific to each elderly person.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Enfermagem, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Enfermagem



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.