Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/24618
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2019_OdeteQuintinoAlvesDeAlmeida_tcc.pdf1,06 MBAdobe PDFver/abrir
Título: A saúde indígena no Brasil : um olhar da Saúde Coletiva a partir de uma revisão integrativa e uma pesquisa documental
Autor(es): Almeida, Odete Quintino Alves de
Orientador(es): Montagner, Maria Inez
Assunto: Saúde pública
Povos indígenas
Índios - assistência à saúde
Índios - saúde
Data de apresentação: 3-Jul-2019
Data de publicação: 23-Jul-2020
Referência: ALMEIDA, Odete Quintino Alves de. A saúde indígena no Brasil: um olhar da Saúde Coletiva a partir de uma revisão integrativa e uma pesquisa documental. 2019. 78 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Resumo: A Saúde Indígena é compreendida como um subsistema de atenção à saúde aos Povos indígenas criado para prestar assistência a essa população. Esse subsistema é gerenciado a partir da Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas (Pnaspi). Essa tem como objetivo de garantir a esses Povos o acesso na atenção integral à saúde, de acordo com os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS). Esse trabalho de conclusão de curso tem como objetivo central conhecer as pesquisas sobre o acesso à saúde da população indígena brasileira e sobre a Pnaspi. Trata-se de um estudo qualitativo. O método utilizado foi o da Revisão Integrativa juntamente com a Pesquisa Documental. Foram analisados 22 artigos publicados no período de 2014 a 2018. Após a análise de dados, foram classificados em dois eixos temáticos: limitações do acesso a saúde aos Povos indígenas e potencialidades da assistência à Saúde Indígena. Dentre as dificuldades descritas, observou-se que os indígenas, enfrentam barreiras na integração das suas práticas terapêuticas com o modelo biomédico estabelecido pelos profissionais de saúde. Nas potencialidades, verificou-se que a forma que os profissionais de saúde realizam os atendimentos em saúde devem ser pautadas pela empatia, afeto e confiança. Desta forma, observou-se que a efetivação da Pnaspi encontra empecilhos estruturais, financeiros e políticos e que a assistência à saúde a esses Povos possui mais dificuldades que potencialidades.
Abstract: Indigenous Health is understood as a subsystem of health care for indigenous peoples created to provide assistance to this population. This subsystem is managed from the National Policy on Health Care for Indigenous Peoples (Pnaspi). The goal is to guarantee these people access to comprehensive health care, in accordance with the principles and guidelines of the Unified Health System (SUS). This work has the main objective of knowing the research on access to health of the Brazilian indigenous population and about Pnaspi. This is a qualitative study. The method used was the Integrative Review along with the Documentary Research. We analyzed 22 articles published in the period from 2014 to 2018. After analyzing data, they were classified into two thematic axes: limitations on access to health for indigenous peoples and potentialities of Indigenous Health care. Among the difficulties described, it was observed that indigenous people face barriers in the integration of their therapeutic practices with the biomedical model established by health professionals. In the potentialities, it was verified that the form that health professionals perform health care should be guided by empathy, affection and trust. In this way, it was observed that the implementation of Pnaspi finds structural, financial and political obstacles and that health care to these peoples has more difficulties than potentialities.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, 2019.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.