Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/24231
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2019_LarissaAlvesFerreira_tcc.pdf883,97 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Validação de método analítico para quantificação de espironolactona em sistemas nanoparticulados e em estudos de permeação cutânea
Autor(es): Ferreira, Larissa Alves
Orientador(es): Gelfuso, Guilherme Martins
Coorientador(es): Nunes, Ricardo Ferreira
Assunto: Diuréticos
Fármacos
Cromatografia Líquida de Alto Eficiência (CLAE)
Permeação cutânea
Data de apresentação: 2-Jul-2019
Data de publicação: 12-Jun-2020
Referência: FERREIRA, Larissa Alves. Validação de método analítico para quantificação de espironolactona em sistemas nanoparticulados e em estudos de permeação cutânea. 2019. v, 21 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Farmácia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Resumo: A espironolactona é um fármaco cujo mecanismo de ação se baseia no antagonismo da aldosterona, a qual atua na regulação do equilíbrio eletrolítico nos túbulos renais e, portanto, é utilizada como diurético poupador de potássio. Além disso, a espironolactona também apresenta efeitos hormonais, sendo um fármaco promissor no tratamento da acne. Porém, por possuir importantes efeitos adversos sistêmicos, seu uso tópico deve ser estimulado. Na literatura, poucos estudos foram realizados em relação ao desenvolvimento de um método analítico com o intuito de quantificar este fármaco em formulações contendo nanopartículas nenhum método até onde se sabe foi encontrado para sua análise em estudos de permeação cutânea utilizados no desenvolvimento de medicamentos de uso tópico. Portanto, este trabalho teve como objetivo adaptar e validar um método cromatográfico simples, rápido e sensível para a quantificação de espironolactona em sistemas nanoparticulados e em estudos de permeação cutânea. A análise cromatográfica da espironolactona foi realizada utilizando uma coluna C18 (150 mm x 4,6 mm, 5 μm) em forno mantido a 30°C, com eluição isocrática a uma vazão igual a 1 mL/min, utilizando um fase móvel composta por metanol e água ultrapura (60:40 v/v). A detecção foi realizada em 238 nm. O tempo de retenção para a espironolactona foi de aproximadamente 6,4 minutos. O método apresentou-se linear em uma faixa de concentração de 0,5 a 30,0 μg/mL, com coeficiente de correlação linear (r) superior a 0,999. Além disso foi preciso, com um coeficiente de variação geral abaixo de 5% e exato com taxas de recuperação das camadas de pele superiores a 85%. O método foi considerado seletivo frente à diversos excipientes utilizado no preparo de nanopartículas, como Policaprolactona e Eudragit® (E100 e L100). Os limites de detecção e quantificação foram de 0,2415 e 0,7320 μg/mL, respectivamente, e o método foi considerado robusto após pequenas modificações. Portanto, o método validado para a quantificação da espironolactona pode ser importante ferramenta em estudos de permeação cutânea utilizados no desenvolvimento de novas formulações nanoparticuladas para tratamento tópico da acne.
Abstract: Spironolactone is a drug whoseh mechanism of action is based on the antagonism of aldosterone, which acts on the regulation of electrolyte balance in the renal tubules and, therefore, is used as a potassium-sparing diuretic. In addition, spironolactone also has hormonal effects, being a promising drug in the treatment of acne. However, due to its important systemic adverse effects, its topical use should be encouraged. Though, few studies have been carried out about the development of an analytical method with the aim of quantifying this drug in nanoparticulate formulations and none at this point was found to its determination in skin permeation studies. In this way, this work aimed to adapt and validate a chromatographic simple ad sensitive method of quantifying spironolactone in nanoparticle systems and in skin permeation studies. The chromatographic analysis of spironolactone was performed using a C18 column (150mm x 4.6mm, 5 μm) maintained at 30°C, with isocratic elution at a flow rate of 1 mL/min, of a mobile phase composed of methanol and ultrapure water (60:40 v/v). Detection was performed at 238 nm. The retention time for spironolactone was approximately 6.4 minutes. The method is presented in a linear concentration range from 0.5 to 30.0 μg/mL, with linear correlation coefficient (r) above 0999. In addition, the method was precise with a coefficient of variation below 5% and accurate with recovery rates of the layers of skin above 85%. The method was considered selective front of various excipients used in the preparation of nanoparticles, such as Polycaprolactone and Eudragit® (E100 and L100). The limits of detection and quantification were 0.2415 and 0.7320 μg/mL, respectively, and the method was considered robust after minor modifications. Therefore, the validated method for the quantification of spironolactone may be an important tool in cutaneous permeation studies used in development of novel nanoparticulate formulations for the treatment of acne.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Farmácia, 2019.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor que autoriza a Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília (BDM) a disponibilizar o trabalho de conclusão de curso por meio do sítio bdm.unb.br, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Aparece na Coleção:Farmácia



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.