Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/23481
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_RonielcioRamosMaceda_tcc.pdf211,85 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Dimensões da integralidade na política de atenção primária à saúde do Distrito Federal
Autor(es): Maceda, Roniélcio Ramos
Orientador(es): Marques, Carla Pintas
Assunto: Integralidade (Saúde)
Atenção primária à saúde
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política de saúde
Políticas públicas - saúde
Data de apresentação: 4-Dez-2018
Data de publicação: 28-Mar-2020
Referência: MACEDA, Roniélcio Ramos. Dimensões da integralidade na política de atenção primária à saúde do Distrito Federal. 2018. 27 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: A integralidade se apresenta como um dos princípios doutrinários do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo identificada como atenção à todas as necessidades do usuário em quaisquer dos pontos de atenção, desde a prevenção até a reabilitação. No entanto, essa é só uma forma de entender a integralidade, pois na literatura são vários os sentidos atribuídos a este princípio do SUS. Com base na apreensão destes diversos sentidos, objetiva-se com este trabalho, identificá-los na Política Nacional de Atenção Primária (PNAB) e contrapô-los à Portaria nº 77/2017, que orienta a Política de Atenção Primária à Saúde do Distrito Federal. O método do trabalho está baseado na análise de conteúdo, criando-se categorias a partir das diretrizes da PNAB e tendo como produto uma matriz de operacionalização da integralidade como orientadora da análise da política distrital. Os resultados mostram que a política distrital acerta no modo de organização do trabalho da atenção primária à saúde com potencial de ordenação da rede de atenção, no entanto, ainda se mostrou pouco inclinada à centralidade do cuidado no usuário.
Abstract: Integrality in health presents itself as one of the doctrinal principles of the Unified Health System (UHS), being identified as attention to all user’s needs at any points it is needed, from prevention to rehabilitation. However, this is only one way of understanding integrality in health, as there are several meanings attributed to this principle in literature. Based on the seizure of these several meanings, this work is aimed at identify them on the Primary Health Care National Policy (PHCNP) and compare them to the Ordinance nº 77/2017, that directs the primary health care policy in Federal District. The method used in this work is based on the analysis of content, creating categories from the guidelines of the PHCNP and having, as a result, a matrix of integrality operationalization guiding the analysis of the district policy. The outcomes show that the district policy gets right in the way of organizing the work of primary health care with potential of ordinating the attention network, but it’s still less inclined to centrality in user care.
Resumén: Integralidad en la salud se presenta como uno de los principios doctrinarios del Sistema Único de Salud (SUS), siendo identificada como atención a todas las necesidades del usuario en todas los puntos en que es necesaria, des la prevención hasta la rehabilitación. Todavía, esta es solo una forma de comprender la integralidad en la salud, pues existen muchos significados atribuidos a este principio de lo SUS. Basado en la aprehensión de estos variados sentidos, este trabajo intenta identificarlos en la Política Nacional de Atención Primaria (PNAP) y compararlos a la Ordenanza nº 77/2017, que orienta la Política de Atención Primaria en Distrito Federal. El método utilizado en este trabajo está basado en la análisis de contenido, creando categorías a partir de las directrices de PNAP y teniendo, como resultado, una matriz de operacionalización de la integralidad en la salud guiando la análisis de la política distrital. Los resultados mostraron que la política distrital acierta en el modo de organización del trabajo de la atención primaria en la salud, más que aún es poco inclinada a la centralidad en el cuidado con el usuario.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, 2018.
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons