Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/23135
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_SophiaMottaGrossi_tcc.pdf360,42 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Estudo de planta da família Annonaceae para isolamento de substância larvicida em Aedes aegypti
Autor(es): Grossi, Sophia Motta
Orientador(es): Espindola, Laila Salmen
Coorientador(es): Demarque, Daniel Pecoraro
Assunto: Aedes aegypti
Mosquito como transmissor de doenças
Vetores - controle
Data de apresentação: 20-Nov-2018
Data de publicação: 13-Fev-2020
Referência: GROSSI, Sophia Motta. Estudo de planta da família Annonaceae para isolamento de substância larvicida em Aedes aegypti. 2018. 20 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Farmácia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Aedes aegypti é o principal vetor de arboviroses de importância epidemiológica, são essas dengue, zika e chikungunya. O controle do vetor representa uma abordagem importante para evitar essas doenças, em razão da dificuldade em desenvolver vacinas seguras e eficazes. Outra problemática está relacionada aos vetores cada vez mais resistentes aos inseticidas disponíveis no mercado, além de causarem malefícios ao meio ambiente e aos organismos não-alvo. Portanto, o objetivo do presente trabalho é isolar e identificar substâncias com atividade larvicida de A. aegypti presentes em uma espécie da família Annonaceae. A pesquisa foi realizada no Laboratório de Farmacognosia da Universidade de Brasília, no âmbito do Componente 1 do projeto ArboControl. O extrato Arbo0071 foi pré-fracionado em cartucho de SPE-DIOL, fracionado em coluna de Sephadex LH-20 e coluna de sílica gel. As frações foram testadas em larvas de A. aegypti da linhagem Rockfeller em estágio L3, onde apenas a fração ativa foi escolhida para o fracionamento subsequente. Após etapas de fracionamento, foi possível elucidar a mólecula isolada utilizando técnica de Espectrometria de Massas e Ressonância Magnética Nuclear. Avanços na pesquisa são necessários para determinar os prováveis mecanismos de ação e realizar as possíveis alterações moleculares para potencializar a atividade larvicida.
Abstract: Aedes aegypti is the main vector of dengue, zika and chikungunya infections, which are relevant epidemiological arboviruses in the world. Safe and effective vaccines are not yet available for population. This makes vector control crucial to combating these diseases. One issue regarding the control of mosquitoes is the increasing number of vectors resistant to commercial insecticides. Moreover, the products available cause harm to the environment and affect nontarget organisms. Therefore, the purpose of the present work is to isolate and identify substances with larvicidal activity against the larvae of A. aegypti from the extract Arbo0071. The research was carried out at the Laboratório de Farmacognosia from Universidade de Brasília, as part of the ArboControl Project. Hence, the extract was pre- fractionated in SPE-DIOL cartridge, fractionated on a SephadexLH-20 column and silica gel column. The resulting fractions were tested against A. aegypti larvae from the Rockfeller line at stage L3, where only the active fraction underwent subsequent fractionation steps. Finally, a molecule was isolated and elucidated using Mass Spectrometry and Nuclear Magnetic Resonance techniques. Advances in this research are needed to elucidate probable mechanisms of action of the referred molecule and possible molecular changes to potentiate its larvicidal activity.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Farmácia, 2018.
Aparece na Coleção:Farmácia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons