Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/22581
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_GiselleKarlaFerreiraAlves_tcc.pdf456,05 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Esquecimento e desocultação em Sinfonia em Branco : um olhar político-literário sobre opressão e violência contra a mulher
Autor(es): Alves, Giselle Karla Ferreira
Orientador(es): Rezende, Luciana Barreto Machado
Assunto: Mulheres na literatura
Feminismo e literatura
Poética
Data de apresentação: 2018
Data de publicação: 10-Out-2019
Referência: ALVES, Giselle Karla Ferreira. Esquecimento e desocultação em Sinfonia em Branco: um olhar político-literário sobre opressão e violência contra a mulher. 2018. 34 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras Português)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: A análise do romance Sinfonia em Branco, de Adriana Lisboa, a ser realizada a seguir tratará do feminismo presente em sua narrativa e da força feminina que move a história, representada em suas personagens principais, Clarice e Maria Inês. As violências simbólicas e explícitas contra a mulher que a obra contém foram utilizadas para levantar discussões problematizadoras e embasadas em diferentes teorias acerca do tema. Faz-se necessário mostrar, considerando o momento social e político atual que irremediavelmente se refle no âmbito acadêmico, como o tema de que a obra trata se mostra ainda tão presente mesmo nos dias atuais, sendo necessária, mais do que nunca, sua exposição, discussão e reflexão. Além das questões feministas, serão trabalhadas certas simbologias na obra que contribuem para a construção da linguagem poética e escrita leve e fluida, mas repleta de significados velados, que constroem uma aproximação à poesia a qual Adriana Lisboa consegue concretizar tão bem em sua escrita em prosa.
Abstract: The analysis undertaken of Adriana Lisboa’s novel Sinfonia em Branco covers the existing feminism in its narrative, as well as what moves the story: the female power embodied by the main characters, Clarice and Maria Inês. The symbolic, explicit violence against women present in the book was taken as an example so as to enhance controversial discussions, supported by different theories on the subject. It becomes thus necessary, considering the current social and political moment that is irredeemably reflected in academia, to show how this matter covered by the book remains nevertheless contemporary — displaying it, discussing it and reflecting on it more than ever. In addition to feminist concerns, we examine some of the book’s symbolisms that are helpful to the development of a light and fluid, but full of hidden meanings, poetic and written language and that reaches out the poetry Adriana Lisboa accomplishes to produce in prose.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, 2018.
Aparece na Coleção:Letras - Português



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons