Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/21092
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_GabrielaBarasuol_tcc.pdf460,19 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Redução de danos e violência na atenção obstétrica : uma revisão integrativa de literatura
Outros títulos: Harm reduction and violence in obstetric care : an integrative literature review
Autor(es): Barasuol, Gabriela
Orientador(es): Griboski, Rejane Antonello
Assunto: Violência obstétrica
Enfermagem obstétrica
Pessoal da área médica
Data de apresentação: 2017
Data de publicação: 26-Nov-2018
Referência: BARASUOL, Gabriela. Redução de danos e violência na atenção obstétrica: uma revisão integrativa de literatura. 2017. 25 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Objetivo: Investigar o conhecimento dos profissionais de saúde acerca da violência obstétrica na perspectiva da redução de danos e se estes reconhecem atos de violência no serviço de saúde. Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa de literatura sobre o tema da violência na atenção obstétrica. A questão norteadora para este estudo propõe-se analisar as ações e reações dos profissionais da saúde frente à violência obstétrica em uma perspectiva de redução de danos nos últimos 10 anos. Resultados:O universo deste estudo foi constituído por 10 artigos a partir do cruzamento dos descritores “violência obstétrica”, “violência institucional”, “profissionais de saúde” e “redução de danos”. A discussão levou em conta a análise temática e resultou em três categorias: 1. Violência obstétrica: definições, tipologia, impactos para a saúde materna e formas de prevenção; 2. Violência obstétrica pelo olhar dos profissionais de saúde; e 3. A violência sob a ótica das usuárias dos serviços de saúde.Conclusão:A violência obstétrica constitui um problema de saúde pública grave e multifatorial com grandes repercussões sobre a saúde da mulher e do recém-nascido. A prevenção e a erradicação desta forma de violência demanda o comprometimento de todos os envolvidos com a assistência, por exigir o engajamento para a incorporação de abordagens inovadoras no que diz respeito à garantia de direitos no setor saúde.
Abstract: Objective: To identify health professionals knowledge about obstetric violence on the damage reduction perspective and if these professionals recognize violence acts at health services. Method:Integrative review of literature on the subject of violence in obstetric care.The guiding question for this study proposes to analyze from actions that the health professionals have when they see obstetric violence on a perspective of damage reduction on the last 10 years. Results: The universe of this study was constituted by 10 articles from the intersection of the descriptors "obstetric violence", "institutional violence", "health professionals" and "harm reduction". The discussion took into account the thematic analysis and resulted in three categories: 1. Obstetric violence: definitions, typology, impacts on maternal health and forms of prevention; 2. Obstetric violence by the health professionals; and 3.Violence from the perspective of users of health services.Conclusion: The obstetric violation is a public health problem and multifactorial with big repercussions on woman’s health and their babies. The prevention and eradication of this violence form requires the commitment of everyone that it is evolved with the assistance, because requires engagement to the incorporation of new approaches with regard to guaranteeing rights in the health sector.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Enfermagem, 2017.
Aparece na Coleção:Enfermagem



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons