Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/20860
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_RenataBarrosMendonca_tcc.pdf518,24 kBAdobe PDFver/abrir
Título: A intervenção da terapia ocupacional nos projetos finais de vida em cuidados paliativos
Autor(es): Mendonça, Renata Barros
Orientador(es): Fangel, Leticia Meda Vendrusculo
Assunto: Tratamento paliativo
Cuidados paliativos
Data de apresentação: 2018
Data de publicação: 19-Out-2018
Referência: MENDONÇA, Renata Barros. A intervenção da terapia ocupacional nos projetos finais de vida em cuidados paliativos. 2018. 34 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Terapia Ocupacional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Introdução: A Terapia Ocupacional é a ciência que estuda o cotidiano dos indivíduos, considerando aspectos individuais e sociais. Os cuidados paliativos melhoram a qualidade de vida de pacientes com doenças terminais com o auxílio da identificação precoce, avaliação, promoção do tratamento da dor e outras questões físicas, psicossociais e espirituais. A Terapia Ocupacional nos cuidados paliativos tem por objetivo o alívio e controle da dor, promoção do máximo possível de qualidade de vida para o paciente e cuidadores, mantendo assim o significado e autonomia de sua vida mesmo com perdas funcionais. Objetivo: Verificar a utilização do projeto final de vida como estratégia de intervenção dos profissionais de Terapia Ocupacional para pacientes em cuidados paliativos. Métodos: Consiste em uma pesquisa de revisão integrativa com objetivo de sintetizar e analisar o conhecimento científico produzido sobre o tema. A pesquisa foi realizada nas bases de dados PubMed/Medline, BVS, LILACS e Scielo. A busca foi por meio do cruzamento dos termos: ("final life project") AND ("Occupational Therapy") AND ("Palliative Care"). Foram analisadas através do protocolo do manual de revisão sistemática integrativa abarcando os conteúdos dos artigos culminando na análise dos resultados e discussão. Resultados e Discussão: Foram identificados 25 artigos de acordo com as bases de dados BVS e PubMed, na LILACS, ao colocar os termos, o site direciona imediatamente para a BVS e no Scielo não foram encontrados artigos. Com a varredura e prévia análise dos resultados, ao final foram considerados 11 artigos, destes apenas 01 foi excluído por não retratar o tema proposto. Desta forma, foram excluídos estudos não disponíveis na íntegra, logo foram utilizados 10 artigos no estudo. Foram estabelecidas três categorias de análise (Modalidades de cuidados no final de vida; Intervenções da Terapia Ocupacional nos Cuidados Paliativos e Intervenções multiprofissionais nos cuidados de final de vida). Resultados relevantes abarcam a esfera do cuidado com o objetivo de mostrar que os cuidados paliativos são eficientes e melhoram a qualidade de vida dos pacientes sujeitos a eles; averiguam a diminuição das internações hospitalares no último ano de vida de pacientes submetidos aos cuidados paliativos e afirmam que cuidados paliativos domiciliares levam à diminuição do uso de serviços de saúde emergenciais, diminuindo o número de hospitalizações e da frequência dos pacientes nas emergências dos hospitais. Conclusão: Foi possível constatar que a literatura não abarca diretamente o uso da elaboração de projetos finais de vida como intervenção dos profissionais da Terapia Ocupacional em cuidados paliativos. Foram encontradas modalidades de cuidados no final de vida, intervenções da Terapia Ocupacional e multiprofissionais nos cuidados paliativos, porém ainda se faz necessário que terapeutas ocupacionais se apropriem de termos científicos, produzam conhecimento científico contribuindo com a atuação dos profissionais da área.
Abstract: Introduction: Occupational therapy is the science that studies the daily life of individuals, considering individual and social aspects. Palliative care improves the quality of life of patients with terminal illnesses with the aid of early identification, evaluation, promotion of pain treatment and other physical, psychosocial and spiritual issues. Occupational therapy in palliative care aims at the relief and control of pain, promoting the maximum possible quality of life for the patient and caregivers, thus maintaining the meaning and autonomy of his/her life even with functional losses. Objective: To verify the use of the final life project as an intervention strategy of Occupational Therapy professionals for patients in palliative care. Methods: It consists of an integrative review research with the objective of synthesizing and analyzing the scientific knowledge produced on the theme. The research was carried out in PubMed / Medline, VHL, LILACS and Scielo databases. The search was done by crossing the following terms: ("final life project") AND ("Occupational Therapy") AND ("Palliative Care"). They were analyzed through the protocol of the integrative systematic review manual covering the contents of the articles culminating in the analysis of the results and discussion. Results and Discussion: 25 articles were identified according to the BVS and PubMed databases. In LILACS, by placing the terms, the site directs immediately to the BVS and in Scielo no articles were found. With the scanning and previous analysis of the results, at the end were considered 11 articles, in which only 01 was excluded for not portraying the proposed theme. Thus, studies that were not fully available were excluded, so 10 articles were used in the study. Three categories of analysis (End-of-life care modalities, Occupational Therapy Interventions in Palliative Care and Multiprofessional Interventions in End-of-Life Care) were established. Relevant results refer to the care with the objective of showing that palliative care is efficient and improves the patients’ quality of life submitted to them; investigate the decrease in hospital admissions in the last year of life of patients undergoing palliative care and affirm that home palliative care leads to a decrease in the use of emergency health services, decreasing the number of hospitalizations and the frequency of patients in hospital emergencies. Conclusion: It was possible to verify that the literature does not directly cover the use of the elaboration of final life projects as an intervention of occupational therapy professionals in palliative care. End-of-life care modalities, occupational and multiprofessional therapy interventions were found in palliative care, but it is still necessary for occupational therapists to appropriate scientific terms, produce scientific knowledge and contribute to the work of professionals from this field of knowledge.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Graduação em Terapia Ocupacional, 2018.
Aparece na Coleção:Terapia Ocupacional



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons