Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/20852
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_MeiriamDeSouzaGuimaraes_tcc.pdf610,32 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Situações de rua : uma análise audiovisual do material produzido pelo Observatório de Saúde da População em Situação de Rua
Autor(es): Guimarães, Meiriam de Souza
Orientador(es): Jabur, Pedro de Andrade Calil
Assunto: Menores de rua
Pessoas desabrigadas
Data de apresentação: 2018
Data de publicação: 19-Out-2018
Referência: GUIMARÃES, Meiriam de Souza. Situações de rua: uma análise audiovisual do material produzido pelo Observatório de Saúde da População em Situação de Rua. 2018. 55 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Este estudo tem como objetivo analisar o que é a rua para a população em situação de rua e para os profissionais do consultório na rua de forma a conceituar essa ideia. Trata-se de uma pesquisa descritiva e comparativa de abordagem qualitativa, com base secundária. A análise foi realizada através do material audiovisual produzido pelo projeto de Iniciação Científica do Observatório de Saúde da População em Situação de Rua. Foram utilizados 16 vídeos referentes a população em situação de rua que totalizaram 7 minutos e 45 segundos de vídeos transcritos, e 5 vídeos referentes aos profissionais do consultório na rua, que totalizaram 6 minutos e 1 segundo transcritos. Os eixos escolhidos para a presente pesquisa são: as facilidades e dificuldades de morar na rua; o conhecimento encontrado na rua; o uso de álcool e drogas; trabalho e o que é a rua. Identifica-se que a rua se representa de maneira positiva pois, segundo os entrevistados ela é sinônimo de liberdade, produtora de conhecimentos e ensinamentos adquiridos para uma troca de experiências. Entretanto, também é representada de maneira negativa pois é um lugar de grandes misérias, muitas dificuldades, sendo muitas vezes única alternativa. Destaca-se a importância do profissional de Saúde Coletiva estar atento a essa população, entendendo a sua importância para melhoria da atenção à saúde. Ressalta os vários tipos de violação dos seus direitos humanos, sendo considerada uma população pouco assistida pela sociedade no geral. Concluímos que os níveis de produções acadêmicas sobre o pensamento da população em situação de rua ainda pedem por avanços, sendo grande parte concentrada nas Ciências Sociais em Saúde. Por isso se faz necessário a criação de políticas públicas que favoreçam e auxiliem essa população, principalmente a área da saúde.
Abstract: This study aims to analyze what is the street for the population in the street situation and for the professionals of the Street Office in order to conceptualize this idea. This is a descriptive and comparative research of qualitative approach, with secondary basis. The analysis was carried out through the audiovisual material produced by the Scientific Initiation project of the Observatory of Health of Population in Situation of Street. It was used 16 videos referring to the population in a street situation that totaled 7 minutes and 45 seconds of videos transcribed, and 5 videos referring to the professionals of the office on the street, which totaled 6 minutes and 1 second transcribed. The axes chosen for the present research are: the facilities and difficulties of living in the street; the knowledge found in the street; alcohol and drug use; work and what is the street. It is identified that the street is represented in a positive way because, according to the interviewees, it is synonymous with freedom, producer of knowledge and lessons learned for an exchange of experiences. However, it is also represented negatively because it is a place of great misery, many difficulties, and is often the only alternative. It is important to emphasize the importance of the Public Health professional to be attentive to this population, understanding its importance for improving health care. It highlights the various types of violation of their human rights, being considered a population that is not very much assisted by society in general. We conclude that the levels of academic productions on the thinking of the population in street situation still call for advances, being much concentrated in the Social Sciences in Health. That is why it is necessary to create public policies that favor and assist this population, especially the health area.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Graduação em Saúde Coletiva, 2018.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2018.TCC. 20852
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons